Fechar
Prisão decretada

Advogado de André Gonçalves abre o jogo sobre vida financeira do ator

Sylvio Guerra, advogado do ex-ator da Globo, participou do programa “A Tarde é Sua” e também contou detalhes sobre a prisão domiciliar

Bruno PintoRepórter do EM OFF

A notícia sobre o decreto da prisão domiciliar de André Gonçalves, expedido pela Justiça de Santa Catarina, acabou pegando muitos fãs e admiradores do ex-contratado da Rede Globo de surpresa. Em decorrência de uma dívida que ultrapassa os R$350 mil, referente a pensão alimentícia da filha Valentina, de 18 anos, André deverá permanecer em sua casa, localizada no Rio de Janeiro, por 60 dias, utilizando uma tornozeleira eletrônica.

Na tarde desta quarta-feira (24), durante o programa “A Tarde é Sua”, transmitido pela RedeTV!, Sylvio Guerra, advogado do ator, contou detalhes sobre o processo e revelou a real situação financeira de André. Por meio de um áudio enviado ao programa diário, a defesa esclarece que não há mais nada o que fazer: “A prisão do André foi decretada, é uma prisão domiciliar, por 60 dias usando uma tornozeleira eletrônica”.

O advogado do ator contou que, enquanto era contratado da Globo, cumpriu com todas as suas obrigações: “Ele não pagou a pensão porque ele está desempregado desde 2016, quando foi demitido da Rede Globo de Televisão. Lá, ele esteve por vinte e poucos anos, na validade de empregado da Rede Globo e as três pensões, dos três filhos, eram descontadas na folha de pagamento”.

Sylvio Guerra ressaltou o compromisso de seu cliente com as pensões de todos os filhos, que jamais deixaram de ser pagas em dia, e ainda destacou que a filha mais nova já é maior de idade: “Ele nunca deixou de pagar a pensão para os filhos ao longo desses anos todos, haja visto que a caçula já tem 18 anos, já é maior de idade. Os três sempre receberam, quando era descontado em folha. Ele foi demitido e está até hoje. Fez uma peça de teatro aqui, uma outra ali e fez a dança dos famosos no ‘Domingão do Faustão’. Todas as vezes que ele recebia por algum trabalhos desses, ele pagava”.

Continua após a publicidade

O advogado de André revelou que, mesmo sem condições financeiras, sempre fez o possível para nunca deixar a filha na mão. Sendo assim, ele pagava parte do valor da pensão: “Eu quero dizer que ele jamais deixou de depositar alguma quantia mensalmente, ele sempre depositou. Ele não conseguiu depositar o valor total da pensão. Se a pensão era R$3 mil, ele depositava R$1 mil, R$1.200 mil, mas deixar de pagar, ele jamais deixou”.

Guerra contou que não há nada o que se fazer, basta que a ordem chegue para que o ator possa cumpri-la conforme determinado pelo juiz: “Com base na decisão judicial, vamos acatar, pois com justiça não se discute, se cumpre. Ele não tem dinheiro, ele está desempregado, não tem dinheiro para cobrir isso. Então, ele vai ficar nessa prisão domiciliar por 60 dias usando tornozeleira”.

Sylvio revelou que um acordo entre André e a mãe de sua filha já poderia ter sido feito, porém, segundo ele, a ex-mulher do ator não está colaborando: “O que tem que se fazer é pagar, tentar um acordo. A mãe da filha, a Cyntia Benini, não quer um acordo. Ela vem dificultando ao longo desses anos, desde o desemprego de André, uma possibilidade de acordo. Ele já tentou inúmeras vezes”.

Por fim, o advogado do ex-ator da Globo contou que o ator chegou a ter um bem penhorado pela justiça: “Ele tinha uma moto e foi penhorada pela justiça para garantir a pensão. Tudo que ele tinha, que era a moto, mas não cobre o valor exato que ele deve. Ele reconhece o crédito que a filha tem com ele, mas, infelizmente, ele não tem como suprir essa demanda devido a falta de dinheiro”.

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff