Fechar
Mesmo Profissional

Advogado de Bianca, do caso Mc Kevin, é o mesmo de Najila Trindade

Danilo Garcia abandonou caso Najila Trindade em menos de uma semana e agora está defendendo Bianca Domingues

Aline TorresRepórter do EM OFF

Danilo Garcia, o advogado que ficou menos de uma semana no caso do suposto estupro de Neymar contra Najila Trindade, é agora advogado de Bianca Domingues, acompanhante de luxo presente no dia do acidente que matou MC Kevin. Neste domingo (01), Bianca concedeu uma entrevista para o jornalista Roberto Cabrini após trocar sua versão dos fatos.

A morte de Kevin, que aconteceu no dia 16 de maio, está envolta em mistérios. O jovem cantor tentou pular de um apartamento para outro em um hotel, mas se desequilibrou, acabou caindo do 5º andar e não resistiu aos ferimentos. A moça revelou que houve uma discussão acalorada entre Kevin e o amigo dele MC VK.

Bianca alegou que os dois amigos estavam discutindo sobre a possibilidade de Deolane Bezerra, viúva do músico e que também estava no hotel, mas em outro quarto, estivesse chegando no local. Bianca ainda afirmou que outro amigo de Kevin, Jonathan, que estava fora do quarto, voltou afirmando ter “moiado”, por supostamente Deolane estar chegando ao local.

A versão de MC VK difere da de Bianca, pois ele afirmou que estava no banho quando Kevin se pendurou na varanda. O colega do cantor disse que só conseguiu ver a queda do amigo após abrir a cortina. Com isso, o advogado acredita que a morte do cantor pode ter sido induzida, no intuito de que ele conseguisse fugir do flagra na esposa.

Continua após a publicidade

Uma nova testemunha apareceu para integrar o caso. O português com etnia africana Fernando Dimy Junior, que estava hospedado em um prédio próximo ao apartamento em que Kevin e VK estavam junto com Bianca Domingues. A testemunha procurou Domingues pelo Instagram para contar o que tinha visto e ouvido.

Segundo Fernando, VK estava tentando “icentivar ou assustar” Kevin além de estar junto com o músico na varanda no momento do acidente e que o incentivava a pular para o apartamento de baixo, no intuito de fugir da esposa, Deolane Bezerra. A testemunha ouviu o cantor pedindo ajuda, enquanto o amigo o incentivava a ir para o andar de baixo.

O advogado Danilo Garcia afirmou que a acompanhante de luxo só apresentou a nova versão agora, depois de três meses do acidente, porque a moça estava sob forte comoção do momento, além de ter usado drogas sintéticas e bebida alcoólica. Segundo ela, isso a deixou confusa. Ele mesmo afirmou que durante a entrevista que ela concedeu à Cabrini, ela ainda demonstra estar confusa com os fatos do dia do acidente.

Também responsável, mesmo que por pouco tempo pelo caso Najila Trindade, Danilo Garcia desistiu do caso após discordar das atitudes de sua cliente até então. Ele afirmou que a influenciadora o tinha acusado de planejar um arrombamento no apartamento dela para pegar um tablet que continha provas do suposto abuso que sofreu em Paris pelo jogador Neymar.

Fora isso, a modelo não cumpriu a promessa de entregar o celular para a Polícia Civil e nem teve acesso às provas que ela disse ter produzido contra o jogador. O profissional disse em entrevista sobre o que passou com a exposição midiática que o caso proporcionou na época e que era constantemente procurado para dar esclarecimentos:

“Tinha repórter ligando às 4h para minha casa, são 100, 300 ligações por dia. Tenho que ficar com telefone desligado, não posso atender e falar com a minha família. E isso é um absurdo, eu tenho direito à minha intimidade, individualidade e vida pessoal. Fui procurado por alguns canais que fizeram propostas para eu dar uma exclusiva dizendo: ‘pode pedir o que você quiser, estamos abertos a negociações’. Isso eu achei um absurdo porque é a vida também dela. Foi um teste esse caso”, disse.

Najila expôs vídeos contendo uma briga entre ela e Neymar após viajar para Paris, a convite do jogador, para que ficassem juntos, já que ele joga no país europeu. A moça alegou que ela e o jogador tiveram relação sexual e que estava tudo bem, só que durante o ato, Neymar teria ficado agressivo e violento. O caso foi arquivado, no entanto, o craque do PSG não foi absolvido, já que o caso pode ser reaberto.

Najila chegou a ser denunciada pelo Ministério Público de São Paulo, sob acusação de atrapalhar as investigações do processo. Veja a seguir a entrevista de Bianca Domingues transmitida neste domingo (01) no “Domingo Espetacular”:

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo