Fechar
NOVO CAPÍTULO

Advogado de MC VK pede à polícia quebra de sigilo de testemunha

Defesa do cantor quer a quebra do sigilo da localização da nova testemunha pois questiona a veracidade do português

Danilo ReenlsoberRepórter do EM OFF

A defesa do funkeiro Victor Fontenelle, o MC VK, que estava presente no quarto de hotel no momento do acidente que vitimou o cantor MC Kevin, em maio, pediu à polícia a quebra do sigilo geográfico do português Fernando Dimy Junior, testemunha apresentada por Bianca Dominguez nesta semana. A informação é do jornalista e apresentador Luiz Bacci.

Em seu perfil no Instagram, Bacci afirmou que o advogado de MC VK quer a quebra do sigilo da localização da nova testemunha pois questiona a veracidade do português. A fala de Junior foi apresentada por Danilo Garcia, advogado da acompanhante de luxo que também presenciou a queda de MC Kevin do quinto andar de um hotel no Rio de Janeiro.

Advogado de MC VK acaba de pedir à polícia que testemunha apresentada por Bianca, que fez acusações graves contra VK, tenha o sigilo de sua localização geográfica quebrado no dia da morte de Kevin. O procurador do MC questiona a veracidade do depoimento do cantor português, apresentado pelo advogado de Bianca“, informou o apresentador do Cidade Alerta, na Record TV.

O caso envolvendo a morte de MC Kevin ganhou novos desdobramentos nos últimos dias. O português com etnia africana Fernando Dimy Junior estava hospedado em um prédio próximo ao apartamento em que Kevin e VK estavam junto com Bianca Dominguez. A testemunha procurou a acompanhante pelo Instagram para contar o que tinha visto e ouvido.

Continua após a publicidade

Segundo Fernando, VK estava tentando “incentivar ou assustar” Kevin, além de estar junto com o músico na varanda no momento do acidente e que o incentivava a pular para o apartamento de baixo, no intuito de fugir da esposa, Deolane Bezerra. A testemunha ouviu o cantor pedindo ajuda enquanto o amigo o incentivava a ir para o andar de baixo.

Essa versão é diferente da apresentada por MC VK, que disse à polícia que estava no banho quando Kevin se pendurou na varanda. O colega do cantor disse que só conseguiu ver a queda do amigo após abrir a cortina. Com isso, o advogado Danilo Garcia acredita que a morte do cantor pode ter sido induzida, no intuito de que ele conseguisse fugir do flagra na esposa.

O advogado Danilo Garcia afirmou que a acompanhante de luxo só apresentou a nova versão agora, depois de três meses do acidente, porque a moça estava sob forte comoção do momento, além de ter usado drogas sintéticas e bebida alcoólica. Segundo ela, isso a deixou confusa.

As novidades no caso irritaram a viúva de MC Kevin, a advogada Deolane Bezerra. Deolane gravou vídeos acusando a modelo de omitir informações importantes para a resolução do caso: “A mocinha só falou a verdade porque apareceu uma testemunha que viu tudo, está óbvio, medo que fala né? Para de vitimismo. Falso testemunho, omissão de socorro e etc… olhe lá em ser participante”.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo