Fechar
CRITICOU AS URNAS!

Ana Paula do vôlei é massacrada ao associar queda de redes sociais com urnas eletrônicas

Ana Paula Henkel foi criticada por internautas após utilizar o fato da queda das redes sociais para questionar a segurança das urnas

Jean TellesRepórter do EM OFF

A ex-jogadora de vôlei, Ana Paula Henkel, apoiadora do presidente Jair Bolsonaro, foi duramente criticada por internautas na tarde dessa segunda-feira (4), ao utilizar o fato da queda do Whatsapp, Instagram e Facebook para questionar a segurança do sistema eleitoral brasileiro de votação.

“Nem um pouco preocupada com Facebook, Instagram e WhatsApp fora do ar por horas…pensem, podia ser pior, algo assim poderia acontecer com as nossas urnas eletrônicas! Mas graças ao TSE e nossos iluministros, elas são invioláveis e nosso sistema eleitoral não corre risco. Ufa”, ironizou a apoiadora de Bolsonaro.

Vale lembrar, que segundo informações já esclarecidas pelo Tribunal Superior Eleitoral, as urnas utilizadas para as votações eleitorais não são conectadas à internet e por isso não podem sofrer ataques ou apresentar erros desse tipo. Nos comentários da publicação de Henkel no Twitter, muitos internautas detonaram a ex-atleta do vôlei:

“As urnas não são conectadas a internet… os votos são computados offline e guardardos em um flashcard dentro da urna. Após o fim da votação é emitido uma contagem de votos da sessão que fica exposto no local da votação… Os dados do flash card são depois enviados ao TSE…” escreveu um internauta.

Continua após a publicidade

“Se você fosse um pouquinho mais inteligente, saberia que a urna eletrônica não é ligada a internet, mas como te explicar é difícil fique com sua “ideia” Seu político de estimação não ganha nunca mais, e já começou o chororô”, debochou outro internuta nas redes sociais de Ana Paula.

“Nossa que alusão mais non sense !! A Sra. ilustrissima esqueceu de explicar o que exatamente quer dizer com isso afinal sabe-se que as urnas eletronicas não estão conectadas a internet. Aliás por isso se chama URNA”, tentou explicar outro usuário do microblog na publicação de Ana Paula Henkel.

Queda das redes sociais:

No início da tarde dessa segunda-feira (4), O Facebook, Whatsapp e Instagram, três redes sociais do empresário Mark Zuckerberg, saíram do ar devido a um problema de erro de rede. O diretor de tecnologia do Facebook, Mike Schroepfer, declarou, mais cedo, que a dificuldade já estava sendo resolvida e fez um pedido de desculpas:

“Sinceras desculpas a todos os afetados pelas interrupções nos serviços do Facebook no momento. Estamos enfrentando problemas de rede e as equipes estão trabalhando o mais rápido possível para depurar e restaurar o mais rápido possível”, escreveu o diretor da rede social no Twitter.