Fechar
Desabafou

Ana Paula Renault diz que Tiago Leifert defende pedófilo em vídeo viral

Ana Paula não tirou o chapéu para Tiago Leifert por ele ter defendido um participante do BBB16 acusado de estupro de vulnerável

Aline TorresRepórter do EM OFF

Um video está viralizando na internet após toda a confusão envolvendo o ator Ícaro Silva e Tiago Leifert. Ana Paula Renault participou do quadro “Para quem você tira o Chapéu?” no Programa Raul Gil em setembro deste ano. Lá a ex-BBB16 explicou o motivo de não tirar o chapéu para o ex-apresentador do BBB e as palavras da apresentadora estão sendo comentadas por internautas nas redes sociais.

Na ocasião, ela explica que na época em que esteve confinada no reality show, Tiago, que ainda não era apresentador da atração da Globo, defendeu um dos participantes que foi acusado de estupro de vulnerável, Laércio de Moura. A loira afirmou que o apresentador defendeu um pedófilo sobre a questão de o designer de tatuagens ficar observando as mulheres da edição 16.

Ana Paula começou a explicação elogiando o talento do profissional na televisão: “O talento dele é inegável, tanto que ele se revelou no esporte e hoje está no entretenimento, comandando qualquer coisa e com maestria, super digno”, iniciou a ex-apresentadora do “Fofocalizando”. “Só que lá em 2016, quando eu estava no Big Brother Brasil, teve um episódio graveno reality do qual eu participei”, continuou.

“Ele [Tiago] ficou do lado de um pedófilo e até hoje não me pediu desculpas. Ele falou assim: ‘Nossa, mas uma mulher que se sujeita a se expor, m um reality show, não tem o direito de se sentir intimidada com um olhar masculino. Só que esse cara [Laércio], hoje em dia está preso e ele sentava perto do banheiro para ver as meninas tomando banho, fazia gestos com insinuações sexuais, deixava a gente realmente muito embaraçadas, muito constrangidas”, disse ainda.

Continua após a publicidade

“Esse foi o cara que foi preso e que o Leifert defendeu. Só que o Leifert não tinha o conhecimento de que ele assumiria o comando do Big Brother Brasil. Porque inclusive, ele falou que só mulheres que querem aparecer e que topariam uma empreitada dessa”, completou a ex-BBB que foi expulsa de sua edição por causa de uma agressão cometida contra outro participante.

Na época em que Ana Paula chamou Laércio de “pedófilo nojento” enquanto estava no programa em 2016, Tiago fez algumas postagens no Twitter comentando sobre a situação: “Vocês são muito nervosinhos. É um programa que as pessoas vão se expor. Se expor para 30 milhões pode, um cara olhando vocês surtam?”, disse na ocasião.

“Vocês podem não gostar do cara e ter o PPV (pay-per-view) e saberem tudo. Mas continua sendo o ‘BBB’. Um programa que as pessoas vão para serem olhadas”, completou ainda o apresentador que até então não comandava o reality. Ele ainda falou sobre o posicionamento de outras mulheres na casa: “Curioso que nenhuma mulher da casa se posicionou para defender a assediada né… Estranho“, escreveu Tiago.

 “A vocês chamando o cidadão de ‘pedófilo’. Esse é um crime terrível. E acusar alguém em rede social sem prova alguma também é!”, desabafou Tiago. “Também acho assédio na rua nojento. Só fico surpreso de alguém no ‘BBB’ reclamando de estar sendo observada. É irônico sim”, relatou o apresentador que não teve o contrato na Globo renovado.

Laércio está preso desde 2016, meses após ser o segundo eliminado do reality show. A polícia começou a investigá-lo enquanto ele ainda estava confinado no BBB16. O designer de tatuagens está preso sob a acusação de estupro de vulnerável, mas o caso corre em segredo de Justiça, por isso não é possível obter mais informações sobre o caso. Ao todo, ele pegou 12 anos em regime fechado.