Fechar
Eita!

Anitta abre o coração após homenagem e faz revelação inusitada

A cantora rasgou o verbo nas redes sociais na manhã desta quinta-feira (2).

Lucas CardosoRepórter do EM OFF

Na manhã desta quinta-feira (2), foi inaugurada a tão esperada estátua de cera da cantora Anitta, no museu Madame Tussauds de Nova York. Pelas redes sociais, a cantora compartilhou um pouco da sua empolgação e declarou que hoje é um dia muito especial para a música brasileira, sem deixar de lado, é claro, o recadinho bem ácido para os críticos de plantão.

Em resposta a um fã que comentou que a popstar deveria ter uma estátua em cada avenida importante do Brasil, a cantora rasgou o verbo e criticou todos aqueles que só valorizam um artista brasileiro depois que ele falece. “É como eu disse: que a homenagem venha enquanto eu estiver viva, porque se esperar eu morrer para fazer as graças, eu volto como alma penada para assombrar geral [emoji de beijo]”.

Sempre engajada e comunicativa com os fãs nas redes sociais, Anitta fez uma revelação um tanto inusitada para um fã que disse: “E tem que fazer viva mesmo, querem te atacar agora, mas quando não estiver mais viva vão fazer estátua e várias outras coisas que poderiam ser feitas enquanto você estava viva”.

Sem tempo a perder, a intérprete de “Envolver” respondeu: “Pois você acha que eu já não disse para minha família que é para barrar tudo? Quer colocar meu nome numa escola? Numa rua? Quer fazer um enredo de escola de samba? Homenagem em prêmio? Pois que faça comigo vivinha. Porque esse biscoito está desautorizado se for esperar pra quando eu morrer.

Continua após a publicidade

Após as declarações, Anitta recebeu uma enxurrada de mensagens de apoio, uma vez que no Brasil e no mundo, é muito comum que os artistas sejam altamente reconhecidos e exaltados após o falecimento. “Está certíssima, Anitta. Tem que fazer enquanto estiver viva! Bem que a prefeitura do Rio poderia colocar seu nome no hospital que você nasceu. Com você viva, é claro”, sugeriu uma internauta.

No entanto, também teve fã que lembrou a cantora que só pessoas falecidas podem ter seus nomes em locais públicos: “Ei mulher, nome de rua, viaduto ou de escolas públicas, só pode ser usado de gente que já faleceu. Tem lei para isso”. “Mulher kkkkkk, tem lei que não deixa colocar nome de pessoas em lugares públicos enquanto elas estão vivas kkkkkkk”, brincou outra fã.