Fechar
Treta!

Anitta e Carla Zambelli trocam farpas após decisão do STF

Cantora respondeu comentário da deputada Carla Zambelli que criticou o ministro Alexandre de Moraes

Aline TorresRepórter do EM OFF

Anitta e Carla Zambelli trocaram farpas nas redes sociais após a deputada fazer uma postagem provocando o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes depois de uma decisão de colocar tornozeleira eletrônica em Daniel Silveira. A parlamentar ainda ironizou do fato do ministro não falar nada do deboche da cantora contra uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre manifestações políticas durante o festival Lollapalooza.

A história começou depois que o TSE acatou pedido do Partido Liberal (PL) que visou proibir manifestações políticas durante o festival que aconteceu entre os dias 26 e 28 desse mês em São Paulo. O partido do presidente Jair Messias Bolsonaro alegou que as manifestações “fazem clara propaganda eleitoral em benefício de possível candidato a presidente”. Após decisão, o artista que fizesse “propaganda eleitoral” estaria sujeito a multa de R$ 50 mil.

No decorrer dos dias em que o festival aconteceu, diversos artistas se posicionaram contra o governo atual. Pabllo Vittar foi a primeira artista a fazer uma manifestação, aproveitando para carregar uma toalha com o rosto do ex-presidente Lula, principal oponente de Bolsonaro nas próximas eleições presidenciais. Outros cantores pediram “Fora Bolsonaro”, em conjunto com a plateia.

Anitta escreveu um comentário em que aparece ironizando a decisão do TSE, afirmando que compraria um acessório pagando menos: “R$ 50 mil? Poxa, menos uma bolsa. Fora, Bolsonaro. Essa lei vale fora do país? Porque meus festivais são internacionais”, disse a cantora, que também gravou um vídeo falando sobre o assunto e publicou nos stories do Instagram.

Continua após a publicidade

No sábado (26), depois de pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), o ministro Alexandre de Moraes, do STF, determinou que Daniel Silveira colocasse tornozeleira eletrônica, além de proibi-lo de participar de eventos públicos sob o risco de ser preso. O deputado bolsonarista recebeu, então, o apoio da deputada Carla Zambelli.

Daniel foi preso anteriormente, mas foi solto em novembro do ano passado com a condição de que saísse das redes sociais e se mantivesse longe de outros investigados. No entanto, o deputado permaneceu participando de eventos públicos, o que foi entendido como uma afronta a democracia, as instituições e aos ministros do STF.

O deputado foi preso em fevereiro de 2021 após divulgar um vídeo ameaçando os ministros do Supremo. O próprio Alexandre foi quem autorizou a soltura do bolsonarista no mesmo ano, afixando medidas cautelares para serem cumpridas por Daniel. Com algumas das medidas ignoradas pelo deputado, houve a decisão pelo uso da tornozeleira.

A deputada resolveu fazer uma publicação no Twitter em que critica a decisão do ministro, aproveitando para alfinetar o posicionamento de Anitta contra a decisão do TSE: “O Alexandre funciona assim: põe tornozeleira de volta em Daniel Silveira que não cometeu crime algum e arrega com o deboche de Anitta com a multa que lhe fará comprar um ‘acessório a menos’. Alexandre, eu sempre soube que você é totalitário, mas covarde… é uma surpresa”, escreveu.

Carla marcou os perfis de Alexadre de Moraes e de Anitta na publicação, no entanto, apenas a funkeira carioca respondeu a deputada, considerando os aumentos dos valores dos combustíveis e do gás de cozinha: “Pra mim, eu tive a graça de Deus de conseguir estar bem no trabalho e ser só uma ‘bolsa a menos’ e quem nao é bolsonarista entendeu a revolta em tom de deboche. Já pro povo Brasileiro, mais algumas semaninhas e 50mil só tá dando pra pagar o gás e encher o tanque do carro”, disse Anitta.

Publicações feitas por Carla Zambelli e Anitta no Twitter (Reprodução Twitter)