Fechar
Mandou a real

Anitta solta o verbo e diz que criou ‘capa’ contra ataques e críticas

Anitta explicou que lê alguns comentários maldosos, mas que não fica procurando ler esse tipo de conteúdo e aconselha que ninguém leia

Aline TorresRepórter do EM OFF

Anitta está em foco na mídia a todo momento e aproveitando tamanha visibilidade nacional e internacional, a cantora foi escolhida como a capa de maio da revista Vogue Brasil. A funkeira carioca ainda concedeu uma entrevista para o periódico de moda, deixando claro alguns fatos íntimos de sua vida e como lida com certas consequências da fama.

Na entrevista, a artista declarou que acaba lendo alguns dos ataques que recebe, mas mesmo assim não fica buscando comentários maldosos, além de aconselhar que as outras pessoas evitem ler esse tipo de comentário nas redes sociais. “Leio eventualmente (críticas e agressões). Não sou uma stalker de mim mesma, não. E não recomendo. Já lidei mal com o ódio alheio. Hoje, penso que no fundo, todo hater é fã pedindo atenção”, afirmou.

Anitta falou também como é ter duas personalidades ao mesmo tempo, a artista decolando em carreira internacional e Larissa, nascida e criada na comunidade Honório Gurgel no Rio de Janeiro. A cantora afirma que vestiu uma capa, como um escudo para viver como Anitta e que a Larissa é bem diferente:

“É um escudo, sou bem diferente na vida real. Quando estou de Larissa, sou bem ao contrário. Precisei criar essa capa que faz, que acontece, que fala. E que fala muitas vezes mais do que eu realmente faço, justamente para provocar a sociedade a conversar sobre o assunto, para que passem a aceitar pessoas que são diferentes”, relatou e continuou:

Continua após a publicidade

“Não para criar polêmica, mas para mostrar a controvérsia, para entenderem que uma pessoa pode ter uma vida aberta, doida, uma vida do jeito que ela quiser ter. Acho que no Brasil já abri muitas portas para as mulheres”, explicou ainda a artista que tem orgulho pelo empoderamento que mostra e dá forças às muitas mulheres.

A funkeira falou ainda sobre a necessidade de retornar as origens para que os brasileiros a reconheçam devido às muitas barreiras criadas pela própria sociedade: “Parece que as pessoas são mais abertas, mas não são. Eu retomei o discurso do começo da minha carreira, de ser mais louca, de ser mais desbocada, porque essa porta ainda precisa ser aberta para as mulheres, principalmente no mercado latino.”

Recentemente Anitta se viu envolta em mais uma polêmica, mas dessa vez, não foi ela mesa quem causou e sim o cantor Zé Neto da dupla sertaneja com Cristiano. Durante um show, o artista resolveu expor a opinião sobre a cantora, porém sem citar nomes. No entanto, boa parte dos fãs e internautas sabem que Anitta fez uma tatuagem no ânus após ela mesma publicar o momento em que estava tatuando, em uma live:

“Estamos aqui em Sorriso, no Mato Grosso, um dos Estados que sustentaram o Brasil durante a pandemia. Nós somos artistas e não dependemos de Lei Rouanet, nosso cachê quem paga é o povo. A gente não precisa fazer tatuagem no “toba” para mostrar se a gente está bem ou não. A gente simplesmente vem aqui e canta e o Brasil inteiro canta com a gente”, disse o sertanejo na ocasião, ocasionando uma onda de ataques em favor de Anitta e elogios pela parte dos que concordaram com as palavras dele.