Fechar
PARTIDA

Antes de morrer, Charlie Watts adotou cachorro com a esposa

A morte foi confirmada por Bernard Doherty, agente do artista, mas motivo não foi revelado

Danilo ReenlsoberRepórter do EM OFF

O músico Charlie Watts, baterista da banda Rolling Stones, morreu aos 80 anos na tarde desta terça-feira (24). A morte foi confirmada por Bernard Doherty, agente do artista, em um comunicado divulgado à imprensa britânica. O motivo da morte, no entanto, não foi revelado. Antes de falecer, o músico adotou um cachorro ao lado da esposa, Shirley.

A última foto de Charlie Watts foi publicada no dia 21 de maio de 2020, pelo perfil da Forever Hounds Trust, entidade britânica que resgata, reabilita e coloca os animais de rua para adoção. Na ocasião, o baterista e a esposa, de 82 anos, adotaram a cadelinha Suzie. “Estávamos muito animados para compartilhar esse [momento]“, escreveu a entidade, na época.

Nossa linda Suzie acabou de encontrar um lar para sempre com o baterista da Rolling Stone, Charlie Watts e sua esposa Shirley! Shirley Watts é patrocinadora e apoiadora de longa data da Forever Hounds Trust e quando ela nos informou que estavam procurando um cão para se juntar à família, sabíamos que Suzie era a certa. Shirley adotou muitos cães da Forever Hounds Trust ao longo dos anos e deu a eles um lar adorável“, completou.

Watts morreu em um hospital britânico. “É com imensa tristeza que anunciamos a morte de nosso amado Charlie Watts“, escreveu Doherty na nota divulgada. “Charlie era um querido marido, pai e avô e, também como membro dos Rolling Stones, um dos maiores bateristas de sua geração. Pedimos gentilmente que a privacidade de sua família, membros da banda e amigos próximos seja respeitada neste momento difícil“, ressaltou.

Continua após a publicidade

Charles Robert Watts nasceu em 2 de julho de 1941 em Londres. Fã de jazz, ele tentou tocar banjo antes de se dedicar à bateria. O músico entrou para os Rolling Stones em janeiro de 1963, mas não acreditava muito no sucesso da banda. Em entrevistas, disse que quando começaram os ensaios, imaginava que aquilo não duraria mais do que um mês.

O artista não poderia estar mais errado. Os Rolling Stones se tornaram a maior banda de rock ainda em atividade. Ao lado dos Beatles, o grupo liderou a “Invasão britânica” ao redor do mundo. Reservado, Watts não ligava muito para a fama. “Tocar bateria é a única coisa que me interessa. O resto me faz passar vergonha“, resumiu em uma entrevista concedida nos anos 2000.

Ele se casou com Shirley Ann Shepard, em 1964. Juntos, tiveram uma filha, Seraphina, em 1968. Charlie passou por um procedimento cirúrgico recentemente. Na ocasião, sem detalhar o motivo da cirurgia, seu representante informou que ela foi “completamente bem-sucedida”, mas que o músico ficaria de fora da turnê da banda, prevista para começar em 26 de setembro.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo