Fechar
Arrependida

Após críticas por receber verba do governo, influenciadora toma atitude

Mari Maria optou por doar cachê que recebeu por campanha do Governo Federal após receber críticas de internautas

Aline TorresRepórter do EM OFF

Após ser muito criticada por ter feito uma campanha de enfrentamento da violência contra a mulher e receber um alto cachê do governo, a influenciadora digital Mari Maria resolveu doar a quantia a uma instituição que auxilia mulheres vítimas de violência doméstica, o Instituto Maria da Penha.

Na semana passada, após a divulgação de uma matéria do jornal Folha de S. Paulo em que cita nomes de apresentadores e influenciadores que receberam dinheiro do governo federal para mershandising, o nome de Mari Maria foi um dos que estavam na publicação. A influenciadora digital recebeu centenas de críticas por isso. Ela se pronunciou no Twitter:

“Gente, li muitos comentários a respeito da ação Mari Maria e Violência contra a Mulher. Percebi a chateação de muitos em relação ao cachê para falar sobre o assunto. Como prezo pela coerência e estou disposta a aprender, irei doar o valor líquido que recebi em apoio à causa”, prometeu a também empresária.

Ela respondeu algumas críticas de internautas na ocasião. Uma das críticas dizia: “Receber por algo que você deveria falar de graça por um alcance enorme que você tem e agora que tá na mídia quer doar o dinheiro? Atah”, disse a internauta Dessah. Em seguida Mari Maria respondeu sobre fazer mídia com o assunto:

Continua após a publicidade

“Não preciso fazer mídia em cima disso! Comentários como esse mostram que pessoas como você não querem que a gente melhore, na verdade quer adoecer ainda mais nossa cabeça”, disse a influenciadora em uma das respostas dadas à internautas. Posteriormente, como prometido, Mari Maria cumpriu a doação.

Nessa quinta-feira (26), ela postou os comprovantes de que havia feito a doação do valor líquido do cachê pago pelo governo para que ela participasse da campanha. Ao todo, foram entregues R$ 28.947,60 para o Instituto Maria da Penha. Alguns internautas criticaram a influenciadora por ter pago a quantia apenas depois que o nome dela apareceu na matéria da Folha de S.Paulo

Entenda

Ao menos 32 personalidades da mídia, como apresentadores e influenciadores, receberam cachê para participar de campanhas veiculadas ao Governo Federal conforme planilhas da SECOM (Secretaria Especial de Comunicação Social) que foi entregues à CPI da Covid que está ocorrendo no Senado.

Dentre os beneficiados, aqueles que tem filiação ideológica com o governo, foram os que mais arrecadaram, como a RedeTV! e o apresentador Sikêra Jr, Luciana Gimenez e Luís Ernesto Lacombe. Dentre os influenciadores, Mari Maria, Flávia Pavanelle, Fabiola Melo, Nina Secrets, Taciele Alcolea e Mariana Felício, foram alguns nomes e receberam ao todo R$ 287 mil.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo