Fechar
Polêmica

Após falas homofóbicas, Patrícia Abravanel e Sikêra Jr. serão processados

Apresentadores do SBT e RedeTV! serão processados pelo governo de São Paulo

Paulo Henrique LimaRepórter do EM OFF

Os apresentadores Patrícia Abravanel e Sikêra Jr. terão que enfrentar uma longa batalha na Justiça a partir dos próximos dias. Isso porque, o Governo de São Paulo e a Secretaria da Justiça vão processar a “dupla dinâmica” da TV brasileira por LGBTQIA+fobia. Os dois protagonizaram comentários polêmicos em rede nacional.

No início de junho, mês em que é celebrado o Orgulho LGBTQIA+, Patrícia Abravanel usou espaço do “Vem Pra Cá” para pedir que a comunidade minimizasse a homofobia. Tudo começou quando a apresentadora do SBT saiu em defesa de Caio Castro e Rafa Kalimann após os dois terem publicado um vídeo controverso do pastor Cláudio Duarte.

O religioso diz que não é a favor do relacionamento entre pessoas do mesmo gênero, mas que respeita. Para defender os dois famosos, a filha de Silvio Santos disse que a comunidade LGBTQIA+ precisava levar em consideração a maneira com que Kalimann e Castro foram educados pelos pais.

 “Assim como querem o respeito, acredito que eles têm que ser mais compreensivos com aqueles que hoje ainda não entendem direito, ou estão se abrindo para isso”, falou Patrícia Abravanel em edição ao vivo do “Vem Pra Cá”. À época em que a apresentadora destilou comentário polêmico, o público apontou como um ‘desserviço”.

Continua após a publicidade

Já no final do mesmo mês, Sikêra Jr. xingou os homossexuais de “raça desgraçada” ao criticar uma marca de fast food por veicular na TV aberta um comercial em que crianças são entrevistadas, e explicam que é normal duas pessoas do mesmo sexo estarem juntas. Na ocasião, o apresentador chegou a falar em comunismo.

“A criançada está sendo usada. Um povo lacrador que não convence mais os adultos e agora vão usar as crianças. É uma lição de comunismo: vamos atacar a base, a base familiar, é isso que eles querem. Nós não vamos deixar. Vocês são nojentos!”, exclamou o contratado da RedeTV! no “Alerta Nacional”.

“A gente está calado, engolindo essa raça desgraçada, mas vai chegar um momento que vamos ter que fazer um barulho maior. Deixa a criança crescer, brincar, descobrir por ela mesma. O comercial é podre, nojento. Isso não é conversa para criança”, falo ainda, durante a atração veiculada ao vivo.

Em nota enviada ao site Notícias da TV, a Secretaria da Justiça informa que “discriminação é crime” e que os apresentadores do SBT e RedeTV! serão intimados para uma audiência no Tribunal de Justiça de São Paulo. Patrícia Abravanel e Sikêra Jr. ainda não se pronunciaram sobre o processo que devem receber.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo