Nova fase

Após se assumir bissexual, Luísa Sonza deseja novo relacionamento

A cantora de ‘Doce 22’ confessou seu desejo em voltar a namorar

Nayara Vieira
Repórter do EM OFF

Luísa Sonza abriu o coração ao falar com os fãs nesta terça-feira (28). A cantora de ‘Doce 22’ confessou seu desejo em voltar a namorar após um ano de solteirice. Apesar de estar em uma ótima fase sem nenhum compromisso, a artista disse que se sente pronta para viver um novo amor e que curtiu a fase solteira.

Em seu perfil no Twitter, em que a costuma compartilhar suas opiniões e posicionamentos, Luísa abriu o coração. “Ok quero namorar já deu já fiz td q queria pode vir amor da minha vida”, escreveu a cantora, que recebeu inúmeras reações dos seguidores. “Estamos traumatizados, mas se vc for feliz te apoiamos”, comentou um fã clube.

“E quem não bb eu falo q quero namorar mas provavelmente não dou conta, preciso de uns 5 anos de terapia antes”, respondeu Luísa Sonza, apesar da última afirmação. “Todo mundo é gangster até a carência bater”, brincou outro internauta. “Se quiser pode namorar eu e minha namorada!!! Veja bem o lucro, ao invés de um amor tu tem DOIS. Analise essas fotos pense a respeito. Qualquer coisa vem de dm”, propôs outra fã.

Durante sua participação na Parada LGBTQIAP+ deste ano, Luísa celebrou com ainda mais liberdade, pois foi sua primeira apresentação no evento depois de ter revelado ser bissexual. Até o ano passado, Sonza namorava com o cantor Vitão, e anteriormente, ela foi casada com o humorista Whindersson Nunes. Em ambos os relacionamentos e no pós, a artista sofreu muito hater na internet e ataques até mesmo na rua.

No Saia Justa, Luísa falou sobre seus traumas. “É complicado, sempre é complicado falar sobre isso porque, por muitas vezes, ou encaro ou simplesmente prefiro viver uma realidade paralela na qual não entro muito em contato com isso. Quando fico um pouco melhor é porque não estou entrando tanto em contato, mas quando me dou conta ou vou na terapia semanal e entro em contato com o que vivo e vivi, as dores aparecem bastante”, afirmou.