Na França

Armando Babaioff é surpreendido após reclamar de falta de chuveiro em teatro

O ator, que atuou em diversas novelas na Globo, está passando uma temporada na França

Danilo Reenlsober
Repórter do EM OFF

O ator Armando Babaioff, que está passando uma temporada na França, resolveu expor a falta de estrutura de um dos teatros do país europeu. O famoso, que já atuou em diversas novelas da Globo, participa do Festival de Avignon, um dos maiores festivais teatrais do mundo, com a peça “Tom na Fazenda”. Num vídeo, ele apareceu surpreso com a repercussão da sua reclamação.

Nas redes sociais, o ator publicou um vídeo explicando que, ao final da peça “Tom na Fazenda”, todos os atores ficam sujos de lama. O problema é que o teatro no qual ele e os companheiros de elenco encenam a produção não possui nenhum chuveiro para que eles possam se lavar. Após, a reclamação, no entanto, a equipe do festival fez a instalação do item no camarim.

O ator voltou às redes e mostrou o resultado da obra. “O teatro onde nós vamos nos apresentar aqui no Festival Off Avignon não tem chuveiro. Falamos que era necessário pois a gente termina a peça enlameado. Os caras construíram um chuveiro”, escreveu Babaioff. Os detalhes chamaram a atenção do famoso. “Tô de cara até agora”, ressaltou.

Os seguidores e fãs do ator comentaram na publicação, também surpreendidos. “Sou tão brasileiro que achei que ia ser uma ducha feita de qualquer jeito doado de fora”, brinco um internauta. “Sensacional!! Infelizmente a gente não está mais acostumado com coisas que dão certo”, disse outro. “Levando-se em conta a fama dos franceses neste ‘quesito’, realmente eu tb estou choque. Achei que tinham colocado um cano com água fria e olhe lá”, respondeu mais um.

Em maio, Armando Babaioff falou sobre a temporada na França. “Tom na Fazenda” é baseada na obra Tom à la Farme, do canadense Michel Marc Bouchard, e a montagem brasileira conta ainda com Soraya Ravenle, Gustavo Rodrigues e Camila Nhary. Na trama, Tom vai à fazenda da família para o funeral de seu companheiro. Lá, descobre que a sogra nunca tinha ouvido falar dele e nem sabia que o filho era gay.

“As pessoas estão curiosas para ver o que os artistas brasileiros estão pensando no momento, então é importante representar o país por mais que o governo não nos represente”, disse. “É importante ir para fora falar de algo que a gente acredita num dos maiores festivais de teatro do mundo. Não sei o que vai acontecer, mas estou com a maior expectativa para mostrar o que a gente faz”.