Fechar
Explicação

Assessoria de Marília Mendonça explica falsa notícia sobre a cantora

A assessoria se equivocou ao falar que a cantora e as demais vítimas estavam bem

Nayara VieiraRepórter do EM OFF

A assessoria de Marília Mendonça acabou cometendo uma gafe no dia 5, última sexta-feira, quando houve o trágico acidente aéreo em que a cantora, de 26 anos, e mais quatro pessoas faleceram. Em uma nota de esclarecimento, a empresa que cuidava da parte de comunicação da artista em vida, havia dito que ela estava bem, porém sua morte foi informada pelo corpo de bombeiros de Minas Gerais pouco tempo depois do comunicado.

“Em conhecimento do acidente, a assessoria de imprensa da artista buscou informações de fontes confiáveis. Estas informaram que estaria tudo bem e que todas as pessoas estavam sendo conduzidas ao hospital, somente para realizar procedimento padrão”, escreveu a empresa Tudo+ideiais. No entanto, esclareceram que a correção chegou em poucos minutos.

“Passados menos de  20 minutos, as mesmas notificaram a equipe sobre a fatalidade das vítimas. Vale ressaltar que todas as informações foram disponibilizadas sempre baseadas em fontes confiáveis. Em nenhum momento o equívoco foi intencional, sempre prezamos pela ética profissional e moral”, disseram. No mesmo texto, a assessoria revelou que alguns objetos foram resgatados de dentro do avião: cadernos de composição, três celulares, violão dentro da capa e a mala de viagem da cantora.

O velório de Marília Mendonça aconteceu neste sábado (06), na Goiânia Arena. Sendo que foi aberto ao público das 13 às 16h. O local tinha uma expectativa de 100 mil pessoas. Vários artistas, amigos da cantora estiveram presentes para as últimas homenagens à artista que foi precursora do “feminejo”. Maiara & Maraisa, Jorge (da dupla Jorge & Matheus), Naiara Azevedo, Luísa Sonza e Henrique e Juliano.

Continua após a publicidade

O trágico acidente ocorreu em Caratinga, Minas Gerais, em que faleceu a cantora, seu produtor Henrique Bahia, o tio e assessor, Abicieli Silveira Dias Filho. Além do piloto do avião, Geraldo Martins de Medeiros Júnior, que deixou três filhos e esposa, e seu copiloto Tarciso Pessoa Viana. Ambos tinham anos de experiência como pilotos. Antes de cair, o avião de modelo C90A bateu em cabos de alta tensão.

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff