Fechar
Falou Tudo

Atriz de ‘Cúmplices de um Resgate’ revela assédio moral no SBT

Duda Wendling revelou os detalhes dos bastidores da novela infantil. Segundo a jovem, foi necessário três anos de terapia

Bruno PintoRepórter do EM OFF

Por meio de uma live feita pelo Facebook, em parceria com o canal Intervenção, uma ex-atriz do SBT revelou que diversos acontecimentos ocorridos durante as gravações fizeram com que ela desenvolvesse diversos problemas psicológicos: “Rolam muitas coisas nos bastidores entre as mães do elenco da novela, é normal acontecer isso no SBT. Foi o que aconteceu comigo. Não estava um ambiente muito legal para continuar“.

Duda Wendling abriu o jogo e fez revelações bombásticas a respeito de sua passagem pelo SBT. A atriz mirim não pensou duas vezes antes de contar tudo o que acontecia nos bastidores da novela “Cúmplices de um Resgate”, que dava vida a personagem Dóris. Duda, que foi substituída durante as gravações do folhetim infantil, falou também sobre sua saída da emissora de Silvio Santos, além da grave acusação de assédio moral.

A jovem, que hoje está com 15 anos, revelou que recebia um bom salário, mas que não estava sendo vantajoso por causa do estresse diário que estava sendo submetida: “Independentemente do valor que recebia, não estava valendo a pena. Estava sofrendo muito lá dentro. O dinheiro que eu recebia era bom, mas isso não pagava o trauma que eu estava sofrendo lá. Eu e minha mãe decidimos não assinar a renovação de contrato“.

Wendling descreveu como “maldade” tudo o que passou no SBT. Ela revelou ainda que, mesmo sendo tão nova, acabou entrando em depressão em decorrência do assédio moral sofrido: “Foi muita maldade. Não queria comer, falar. Achava que nunca mais ia conseguir nada. Entrei em depressão, isso tudo com 9 anos. O SBT pagou três anos de terapia para mim. Eles sabiam o que estava acontecendo lá dentro”.

Continua após a publicidade

Duda falou que os abusos sofridos na época ocorria por parte de algumas mães de seus colegas da novela infantil “Cúmplices de um Resgate” e que tudo isso deixou sua saúde emocional muito debilitada. Segundo a atriz, Larissa Manoela foi muito importante durante esse período: “Ela ficou chorando junto comigo, todo mundo ficou muito mal, ninguém esperava. Quem tinha feito ficou mal pela situação [demissão] e não pelo que fizeram”.

Em 2015, logo após Duda Wendling ser demitida da emissora de Silvio Santos, Camila Wendling, mãe da atriz, revelou que o SBT fez pouco caso diante das agressões verbais que Duda estava sofrendo nos bastidores da novela. Segundo ela, a filha estava assustada e apresentado sinais de medo após provocações de outras mães. Vale ressaltar que a emissora paulista falou que desconhecia os relatos.

“Houveram umas piadinhas e, no começo, eu relevava. No início era comigo, depois passou a ser na frente da Duda e por fim chegou ao ponto de a agredirem verbalmente três vezes. Foram situações muito sérias, presenciadas por várias pessoas. Minha filha ficou com muito medo e assustada”.

Reprodução: SBT

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff