Polêmica

Atual esposa de Jonas Esticado faz ameaça após escândalo com a ex

Grávida, a atual mulher do músico decidiu se posicionar sobre as últimas polêmicas

Nayara Vieira
Repórter do EM OFF

Bruna Hazin, atual esposa do cantor Jonas Esticado, decidiu se pronunciar nesta segunda-feira (11) em meio às polêmicas com o marido e a ex-mulher, Herica Oliveira. Recentemente, a ex fez inúmeras acusações contra o artista, dentre elas, relação abusiva e traições, além de exigir parte dos bens que supostamente deveriam ser dela. Grávida, a atual mulher do músico decidiu se posicionar. 

“Me afastei porque estou grávida e a única coisa que me importa é a saúde do meu João Miguel. Tudo isso é muito injusto, visto que nós sempre, não só o Jonas que é pai, mas eu também sempre pensei em Mikael com todo carinho e toda satisfação do mundo em proporcionar tudo que está ao nosso alcance. Incisive a minha família!”, começou a esposa de Jonas Esticado.

“Parem de comparar a vida de Jonas com a vida da família de Bruna. Parem de achar que porque e cantor o cara é milionário. Existe todo um investimento e muito trabalho por trás disso!”, disparou Bruna. Na sequência, a esposa de Jonas falou sobre a divisão de bens entre Herica e Jonas. De acordo com ela, esse regime é de separação total de bens, assim como no casamento atual.

“Até hoje ela [Herica] tenta quebrar, mas tudo está sendo resolvido na justiça. Mesmo assim o Jonas sempre se dispôs a entrar em acordos, casa nova, carro novo, viagem, dinheiro, bens, enfim, tudo pra que ela seguisse  sua vida e fosse bem feliz! Mas isso tudo leva tempo! Ainda mais quando não é possível entrar em acordo por motivos óbvios: Propostas da outra parte absurdamente fora do comum”, afirmou Bruna.

Para completar, a mulher de Jonas deu a entender que eles vão processar Herica por expor informações que eram segredo de Justiça. “Nada disso podia ser exposto por se tratar se segredo de Justiça e expor é crime, que cabe processo, assim como outros que foram feitos contra mim e minha família e terão consequências porque a internet não é terra sem lei. Isso é muito sério”, completou ela.