Fechar
pelo Google!

Avaliações falsas do restaurante de Paola Carosella são apagadas

O Google excluiu todas as avaliações fraudulentas do restaurante de Paola Carosella da internet

Jean TellesRepórter do EM OFF

O Google investigou e excluiu nessa quarta-feira (25), todas as avaliações fraudulentas do Arturito, restaurante da chefe Paola Carosella em São Paulo, um dia depois do desempenho do estabelecimento ter despencado na internet, após ter sido alvo de ataques de bolsonaristas. Como é sabido, a ex-jurada do Masterchef Brasil tem sido alvo de ataques nas redes sociais, após terem viralizado suas declarações dadas em um podcast, onde chamava apoiadores do presidente Jair Bolsonaro de “burros” e “escrotos”. 

Nessa terça-feira (24), as avaliações do estabelecimento no Google, continham quase 40 mil comentários e 1,7 de satisfação de um total de 5. Após investigação da empresa de tecnologia, cerca de 36 mil comentários foram excluídos e a avaliação do Arturito voltou a normalidade de 4,5 de satisfação, como apresentava antes das avaliações negativas dos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. 

Em uma nota enviada ao Jornal O Globo, o Google já havia adiantado que abriria investigação para apurar se aquelas avaliações dadas ao restaurante de Paola Carosella, eram realmente verídicas. A empresa iria usar a localização dos usuários que dispararam comentários sobre o restaurante, para confirmar se eles realmente visitaram o local. Caso contrário, a avaliação seria considerada fraudulenta e deletada. 

“Estamos investigando este caso e tomando medidas imediatas para remover conteúdo que viola nossas políticas. Temos políticas claras que proíbem conteúdo falso e fraudulento e nossos sistemas automatizados e equipe de pessoas treinadas trabalham contra o relógio para monitorar o Google Maps com o objetivo de identificar comportamento suspeito”, começou dizendo a gigante internacional em nota. 

Continua após a publicidade

E prosseguiu: “Encorajamos nossos usuários a denunciar locais e recomendações suspeitas, o que nos ajuda a manter as informações no Google Maps autênticas e confiáveis”, informou o Google. Até o presente momento, Paola Carosella não se pronunciou, nem sobre os ataques de bolsonaristas ao site de seu restaurante, nem sobre a ação da empresa Google. 

Entenda a polêmica com Paola Carosella:  

Durante sua participação no podcast “DiaCast”, da última terça-feira (18), a ex-jurada do Materchef Brasil, Paola Carosella criticou posicionamentos do presidente Jair Bolsonaro e afirmou que não existe possibilidade de se relacionar com seus apoiadores: “Eu acho que fica muito difícil de se relacionar com alguém assim. Por dois motivos: ou porque é escroto ou porque é burro”, afirmou.  

A empresária ainda declarou que Bolsonaro não possui nenhum plano de governo, mesmo chegando ao final de seu mandato: “Já está demonstrado, acho que ficou muito claro que não nenhum programa de governo e não tem a mínima ideia do que está fazendo”, declarou a ex-funcionária da Band.  

Apesar da tentativa de boicote por parte dos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro aos restaurantes da chef de cozinha Paola Carosella, o que se viu nessa terça-feira (24), em um de seus estabelecimentos, o Arturito em São Paulo, foi uma fila para entrada de clientes na hora do almoço. De acordo com informações divulgas pelo UOL, a fila de espera do lado de fora para uma mesa para duas pessoas passava de 40 minutos e as reservas para sexta, sábado e domingo já haviam esgotado. 

Avaliação do restaurante de Paolla Carosella após comentários de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (Reprodução)
Avaliação do restaurante de Paolla Carosella após remoção de conteúdo fraudulento pelo Google.