Fechar
Mais uma dívida

Belo e Gracyanne Barbosa ‘fogem’ de dívida de R$ 3 mil

Belo e Gracyanne Barbosa estão com uma dívida de R$ 3 mil com um hospital de São Paulo desde 2020

Aline TorresRepórter do EM OFF

Problemas na Justiça envolvendo o cantor Belo são frequentes. Além de enfrentar uma ação movida pelo jogador Denílson, o artista e a esposa, a influenciadora Gracyanne Barbosa, são alvos de um processo movido pelo hospital Camilo Ipiranga. Há um ano, a Justiça tenta notificar o casal para que eles quitem uma dívida, sem sucesso.

Desde setembro de 2020, a Justiça busca citar Belo e Gracyanne, já que o juiz Álvaro Mirra afirmou nos autos do processo que com a ausência de contestação, haveria a revelia e presunção de que as alegações do hospital são verdadeiras. Porém, o casal de famosos nunca foi encontrado para poder ser citado. O valor da dívida é de R$ 3 mil.

Os primeiros documentos, as cartas de aviso, foram enviados em outubro ao suposto endereço do cantor e da influenciadora, mas sempre retornaram, negando que houve o recebimento. O hospital acabou pedindo uma nova investida para tentar citar o casal, mas até o momento o fato não se concretizou.

Segundo o Splash Uol, o hospital afirmou que antes de entrar na Justiça, tentou, de forma amigável, que o casal pagasse a dívida, mas sem sucesso, optando por seguir por meios legais. Conforme o hospital, Gracyanne deu entrada no local para uma internação em 2018 foi gerado um contrato de prestação de serviço, resultando no valor de R$ 2.500.

Continua após a publicidade

No entanto, ao fim da estadia da influenciadora fitness, o pagamento não foi realizado, conforme fora acordado. Ainda segundo a reportagem, a assessoria do casal foi procurada, afirmando que o valor atualizado pelo Tribunal de Justiça foi pago em juízo, enviando ainda os documentos de depósito para o TJ.

Entretanto, a reportagem do UOl não encontrou os documentos nos autos do processo e voltou a procurar a assessoria do casal para que fosse informada a página em que estaria explicitado que a dívida fora paga, mas até o momento não houve resposta. O hospital também foi procurado novamente, mas não se manifestou.

Outros problemas com a Justiça

O ex-jogador Denilson comprou os direitos do grupo Soweto em 1999, quando Belo ainda cantava na banda. No entanto, o artista decidiu seguir em carreira solo, o que acabou gerando um processo por quebra de contrato por parte de Denilson. A dívida atualmente supera os R$ 5 milhões. O ex-jogador afirmou recentemente que ainda esperar receber a dívida.

Belo já ficou algum tempo preso. Em 2002, ele foi acusado de associação ao tráfico no Rio de Janeiro. Ele ficou foragido, mas em seguida se apresentou à Justiça e acabou na cadeia. Em 2011, Belo foi acusado de fazer parte de uma máfia de contrabando de carros de luxo para a lavagem de dinheiro. Em 2017, o artista foi processado após dever o aluguel da casa onde morava com a esposa, totalizando uma dívida de R$ 500 mil.