Fechar
IRONIZOU!

Bolsonaro ironiza Xuxa após receber críticas da apresentadora

O presidente Jair Bolsonaro respondeu de forma irônica as críticas de Xuxa Meneghel através de suas redes sociais

Jean TellesRepórter do EM OFF

O presidente Jair Bolsonaro usou suas redes sociais na tarde dessa terça-feira (12), para ironizar Xuxa Meneghel após a apresentadora ter feitos duras críticas a sua gestão à frente do Governo Federal. Por meio de uma postagem em seu perfil no Instagram, a loira pediu para que apoiadores do presidente deixassem de a seguir nas redes sociais. 

Por meio de seu perfil oficial no Twitter, Jair Bolsonaro fez questão de responder ao post da “Rainha dos Baixinhos”. O Chefe do Executivo deixou um comentário em um perfil no microblog nomeado de “Vida Destra” que repercutia as declarações de Meneghel: “Se você apoia Bolsonaro, deixe de me seguir”, pede Xuxa no Instagram!”, dizia a página seguida pelo presidente. 

O político então respondeu: “Se você apoia Xuxa, peço que nos siga. Seria uma satisfação apontar fatos omitidos para que possamos sempre melhorar e unir nosso país!”, Nos comentários do post, internautas repercutiram a resposta ironica do presidente a ex-contratada da Rede Globo:

“Fatos omitidos? Meu prezado, esse é um “terreno” no qual você não fica 10 minutos em pé… Podemos começar falando da sua relação e da sua família com as milícias do Rio de Janeiro…”, argumentou um internauta. “O Brasil vivendo todo tipo de tragédia e olha com o que o presidente do país se ocupa!  Bater boca na Internet! Meu Deus!”, escreveu outra internauta. 

Continua após a publicidade

No último domingo (10), Xuxa Meneghel usou seu perfil no Instagram para compartilhar um vídeo de Jair Bolsonaro que declarava que havia sido barrado de assistir a uma partida de futebol de Santos por não estar vacinado contra o Coronavírus e questionou: “Porque isso?” perguntou o presidente no post compartilhado pela mãe de Sasha nas redes sociais.

“Eu lhe respondo porque, senhor presidente. Por que estamos em uma pandemia, porque a lei serve pra todos, porque assim protegemos as pessoas, porque já morreram 600 mil pessoas, porque precisamos seguir o que os cientistas, médicos e a Organização Mundial da Saúde pede e exige a todos no mundo”, começou dizendo a comunicadora. 

E continuou pedindo para que apoiadores do presidente parassem de segui-la: “Quem não faz isso, não segue as regras mundiais, é genocida…(e ainda tem gente que vai querer argumentar)… Por favor, deixe de me seguir, deixe de falar comigo. E você, que é a favor da vida, assine o impeachment agora”, pediu a apresentadora disponibilizando um link no final de sua postagem criticando Bolsonaro em seu perfil no Instagram.