Fechar
Polêmica

Bruna Marquezine se pronuncia depois de ser ‘ameaçada’

A atriz da Netflix foi massacrada e se pronunciou depois de ser ameaçada com uma ação judicial

Nayara VieiraRepórter do EM OFF

Bruna Marquezine foi massacrada por ter usado uma fantasia de Halloween que erotizou a profissão de enfermeira. Depois de tanta polêmica, a famosa, que já havia soltado uma indireta nesta quarta-feira (03), decidiu se pronunciar com uma nota oficial, a respeito do assunto que ganhou uma grande repercussão e dividiu opiniões.

A todos os profissionais de enfermagem  friso aqui meu total respeito à categoria. Eu as vejo como heroínas. Jamais seria minha intenção causar qualquer desvalorização à classe na escolha de uma fantasia de Halloween. Essa luta também é legítima e eu pessoalmente batalho para que mulheres tenham liberdade e respeito em todos os ambientes e em todas suas escolhas profissionais e pessoais”, começou.

“Lamento não ter tido o conhecimento sobre esse tema antes, mas que essa discussão sirva verdadeiramente como oportunidade de aprendizado e transformação”, escreveu ela.  No final, Bruna deu uma alfinetada ao Cofen, Conselho Federal de Enfermagem, que criticou a famosa pela fantasia escolhida. Além deste órgão, o Conselho de Enfermagem de São Paulo, também se pronunciou.

“Como artista e consequentemente pessoa publica, tenho total conhecimento sobre o meu alcance e poder de influência, no entanto convido os órgãos competentes a uma refexão profunda, e não pessoal, sobre como a indústria pornográfica, o machismo estrutural e a cultura do estupro são o verdadeiro cerne da sexualidação e erotização das mulhres em qualquer uma das profissões”, disse ainda.

Continua após a publicidade

Mais cedo, o Cofen afirmou que entraria com uma ação na Justiça contra a atriz, caso ela não se pronunciasse sobre a polêmica. “Diante dos efeitos nefastos que esse tipo de atitude pode estimular, o Cofen espera que ela se retrate, para evitar uma ação judicial”. Em resposta, Bruna indagou o órgão. “Isso é uma ameaça?”, disse.

Para evitar ainda mais polêmicas, Bruna Marquezine tirou a opção de comentários na pubicação. Anteriormente, ela publicou a frase da jornalista Laís Gomes. “Calada pode até vencer no final, mas é cada crise de ansiedade que passa no processo…”, dizia o post.

No Instagram, o Coren-SP se manifestou sobre a polêmica ao compartilhar uma foto da atriz. “Fantasias de enfermeira desvalorizam o profissionalismo da enfermagem. A enfermagem é uma profissão que exige conhecimentos técnicos, anos de estudo e muito empenho e dedicação em seu cotidiano. Além disso, por ser uma categoria predominantemente feminina, com mais de 80% de mulheres, sofre os impactos das desigualdades de gênero, o que inclui episódios de violência e assédio”, dizia a publicação.

Continuando, o Conselho disse repudiar esse tipo de “erotização da profissão”, e alegaram que Marquezine estaria influenciando outras pessoas a deslegitimar a enfermagem. “Por esses e muitos outros motivos, é inadmissível que a fantasia de enfermeira, utilizada em Carnavais, festas de Halloween e sátiras continuem sendo toleradas pela sociedade, sobretudo por formadores de opinião”, disseram.

“Repudiamos veementemente essa conduta, pois ela incentiva a sexualização de uma categoria que há décadas luta por valorização e respeito. São trabalhadoras que enfrentam sucessivas jornadas de trabalho, em seus lares e no cotidiano profissional e que não merecem ou devem ser estereotipadas dessa forma”, completaram.

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff