Fechar
"Planta"

Brunna Gonçalves se revolta contra Globo e acusa direção de sabotagem

Ela não gostou de ter sido apagada pela edição do reality da Globo

Nayara VieiraRepórter do EM OFF

A ex-BBB Bruna Gonçalves esteve no podcast PodDelas, no Youtube, nesta terça-feira (01), ao vivo, e falou sobre sua participação no “BBB22”. Ela relembrou que não teve aliados no reality e assumiu que foi “planta” e que já estava ciente que seria assim no programa. No entanto, ela não gostou de ter sido apagada pela edição do reality da Globo.

Brunna contou que foi para o programa porque era seu sonho e da sua mãe, mas que sentiu que foi sabotada. “Mas eu fui um pouco sabotada. A edição me deu uma cortada. O pessoal falou ‘Brunna, você faz tanta coisa’. Tipo, teve uma festa que eu fiquei muito bêbada, eu e a Eslô… Várias coisas não mostrava.”

A famosa ainda relembrou quando foi chamada para o ‘BBB22’, em outubro do ano passado, mas a confirmação aconteceu apenas em novembro. “Eu contei pra minha mãe quando eu assinei o contrato. Era o sonho da minha mãe me ver no Big Brother. Ela falou ‘antes de eu morrer ou você ou seu irmão tem que ir pro Big Brother”, disse. 

Brunna fala sobre início com Ludmilla

A ex-BBB relembrou como foi seu começo com Ludmilla, quando trabalhava no balé da esposa. Em 2013, quando elas se conheceram, elas não tinham nenhuma intimidade. Inclusive, a bailarina revelou que achava que a cantora não gostava dela, mas depois descobriu que na verdade a artista tinha medo de deixar Brunna perceber que ela gostava da dançarina. Brunna contou que nunca tinha olhado com outros olhos para a carioca, mas que a famosa sim.

Continua após a publicidade

“Mas ela [Ludmilla] já. Nunca me falou nada. Ela falava que não queria deixar transparecer que queria algo a mais comigo, sabe. Ela era bem incubada nessa época. Eu achava até que ela não gostava de mim, era de poucas palavras… Ela sabe até a roupa que eu estava no ensaio em 2013. Há muito anos eu já usava lace”, contou.

Antes de namorar com Ludmilla, Brunna contou que nunca havia se relacionado com nenhuma mulher. “Sério, ela foi minha primeira e única. Aí a gente conversava de boas, mas chegou uma época que comecei a pensar ‘e aí’. Ela fazia umas brincadeiras e perguntava quando a gente ia dar um beijo… Aí a gente ficou e não desgrudou mais”, disse. Ludmilla e Brunna ficaram depois do lançamento do hit “Cheguei”.