Fechar
Inimiga da OMS

Campeã do BBB é detonada por tentar ‘escapar’ de usar máscara em voo

Paula von Sperling recebeu críticas por ensinar técnica para burlar fiscalização quanto ao uso de máscaras dentro de voos

Aline TorresRepórter do EM OFF

A vencedora da 19ª temporada do Big Brother Brasil, Paula von Sperling causou polêmica nas redes sociais ao fazer uma postagem nessa quinta-feira (25), em que ela dá uma dica para fugir da fiscalização de comissários de voos quanto ao uso adequado da máscara ao fazer uma viagem de avião. Ela tenta despistar o regulamento que pede que os passageiros usem a máscara de forma adequada durante todo o voo.

“Um segredo para quem já vacinou e quer dormir respirando no voo longo”, começou a ex-BBB. “Coloca a touca cobrindo o rosto e abaixa a máscara. Ninguém nunca me pega”, disse ao explicar o seu método proibido. Ao viralizar nas redes sociais, internautas foram contra as atitudes da advogada e criticaram a conduta da moça, afirmando que esse não era um bom exemplo a ser passado, já que ainda estamos passando pela pandemia do Covid-19.

“Inimiga da OMS [Organização Mundial da Saúde]”, “Sem noção”, “Isso aí, parabéns pelo ‘exemplo’“, foram alguns dos comentários ditos por internautas que ficaram incomodados com a conduta da influenciadora. O regulamento em voos pede que todos os passageiros usem a máscara da devida forma para e citar a propagação do coronavírus dentro das aeronaves. Ficar sem o objeto é terminantemente proibido.

Inclusive, pessoas que negaram a usar a proteção em voos nacionais e internacionais, foram expulsas do avião por serem contras as diretrizes estipuladas pelas companhias áreas em conjunto com os governos e os responsáveis pela saúde pública. “Tem gente que não tem noção mesmo”, disse um internauta sobre o assunto. “Desnecessária desde sempre, pqp”, afirmou uma outra internauta insatisfeita coma conduta da ex-BBB19.

Continua após a publicidade

Vencedora do BBB19 e o preconceito

Paula ficou conhecida por participar do BBB19, mas principalmente pelas falas racistas e de intolerância religiosa que a ex-sister proferia enquanto estava confinada no reality. Na época ela recebeu muitos ataques, mas as reclamações não foram suficientes para que ela deixasse de levar o prêmio máximo do programa através do voto do público.

Dentre as diversas falas preconceituosas de Paula, houve um momento em que ela afirma que seu cabelo loiro e liso é “ruim”: “Eu também tenho cabelo ruim”, disse Paula na época, mas que foi corrigida no mesmo instante por Gabriela, sua colega de confinamento. “Não fala isso. Preconceito é ruim, cabelo não!”, repreendeu a também ex-BBB19.

Em determinada ocasião, ainda dentro do confinamento, Paula deu um show de descriminação religiosa ao afirmar que os ex-colegas de reality, Gabriela e Rodrigo teriam feito “macumba” para que ela e a amiga Hariany fossem as responsáveis por passar uma gripe para Isabella. Inclusive, a loira afirmou que não queria mais usar os mesmo utensílios dos colegas por medo da “magia negra” deles.

“Tenho medo do Rodrigo. Ele mexe com esses trecos… ele sabe cada Oxum [divindade de matriz africana] deles lá. Nosso Deus é maior”, disse a ex-sister durante o programa. Paula acabou vencendo aquela edição do programa, mas mesmo assim foi investigada em uma ação penal pública feita na Delegacia de Combate à Intolerância Religiosa (Decradi). Na época, ela teve que prestar esclarecimentos sobre as falas preconceituosas que falou em rede nacional.

Postagem de Paula nas redes sociais (Reprodução Instagram)
Comentários de internautas criticando a atitude de Paula (Reprodução Instagram)
Comentários de internautas criticando a atitude de Paula (Reprodução Instagram)