Fechar
Vixi!

Cartolouco e Gabi Augusto entram com processo contra Rogério Alves

O embate entre os ex-participantes de Power Couple continua

Lucas CardosoRepórter do EM OFF

Parece que o embate entre os casais Cartolouco e Gabi Augusto, e Rogério Alves e Baronesa, não terminou após a saída do Power Couple. Durante uma entrevista ao Link Podcast, apresentado por Lucas Maciel, Cartolouco e Gabi Augusto revelaram que entraram com processo judicial contra Rogério Alves, após o empresário acusá-los de terem citado seu filho falecido durante uma de suas brigas dentro do reality da Record TV.

Segundo o casal, Rogério caiu em uma fake news criada por um perfil falso do Twitter. No entanto, mesmo não existindo áudios ou vídeos que comprovem a atitude do casal, Rogério deu diversas entrevistas afirmando que o casal tinha citado o seu filho. A suposta fake news foi tão levada a sério, que até o outro filho do casal, o cantor Mc Gui, compartilhou a imagem da notícia em suas redes sociais, piorando ainda mais a situação de Cartolouco e Gabi Augusto.

“Depois que saímos, eles não mantiveram a posição. Eles não foram nas redes sociais e falaram que fizemos tal coisa. Eles simplesmente sumiram”, declarou Cartolouco. Gabi Augusto, por sua vez, reiterou que seu namorado em momento algum citou o filho do casal rival. “Se ele [Cartolouco] tivesse falado isso, na hora ele ia rebater [Rogério], e não rebateu. Não falou na entrevista de eliminação, só veio falar isso depois que aqui fora já estava repercutindo um tweet de um perfil fake, no caso uma fake news, e aí eles se aproveitaram disso”.

“E em que pé está isso aí?”, indagou Maciel. “Os advogados já estão vendo tudo, os vídeos e tal. Já está tudo encaminhado. Óbvio [que vamos processar]”, revelou Gabi Augusto. Após ser questionado se existia alguma possibilidade de reconciliação com Rogério Alves, Cartolouco foi sincero:

Continua após a publicidade

“Não, dessa vez não. Porque foi uma acusação que saiu totalmente da esfera do jogo e partiu para o lado pessoal. Juro, eu falei isso ainda hoje. Se a gente tivesse saído do programa e o Rogério não tivesse me acusado de ter dito aquilo, eu super mandaria uma mensagem para ficar de boa. Mas depois dessa acusação que ele fez, porque ele sabe que é mentirosa, não tem mais o que falar”.

Cartolouco revela que produção deu passe livre para ‘água na cara’

Ainda no bate-papo com Lucas Maciel, Cartolouco revelou que não se sentiu humilhado com as vezes que Rogério Alves jogou água em sua cara, mas reiterou que considera o ato uma forma de agressão, e acabou fazendo um apelo para a direção da Record TV proibir este tipo de atitude. Além disso, o casal revelou que a produção do programa proibiu cuspe, entretanto, líquido na cara foi liberado para todos os participantes.

“Você se sentiu humilhado?”, indagou Maciel sobre o dia em que Rogério jogou suco no rosto de Cartolouco. “Não. Eu podia mentir aqui e me vitimizar dizendo que fui humilhado, mas jamais me senti humilhado. Acho que assim, eu sou completamente contra. Até fiz um tweet hoje e marquei o Carelli [diretor do reality], porque lá é permitido jogar é permitido jogar líquido na cara dos outros porque não machuca, mas ainda assim é um ato muito bizarro“.

“E assim, esse ano proibiram cuspe na cara. A gente teve uma reunião antes de entrar no programa e eles falaram que estava proibido. Mas água pode, eles falaram. Mas por quê? É uma agressão da mesma forma, tem que proibir também. A gente entrou sabendo que poderia ter água na cara, mas agora peço encarecidamente para a direção da Record TV, Carelli, pra todo mundo: proibam líquido na cara. É muito triste, é uma forma de agredir. Isso não é normal, é agressão sim”, concluiu.

Cartolouco também comentou sobre sua relação conturbada com Rogério Alves dentro do Power Couple. Segundo o jornalista, fazer Rogério perder as estribeiras nunca fez parte de sua estratégia, e pontuou que sempre levou as brigas do reality na esportiva, mas que, no entanto, Rogério acabou se perdendo no jogo por motivos que não eram tão relevantes.

“[…] Numa briga, o público sempre vai comprar um lado ou outro. Lá dentro, a gente realmente achava que estávamos certos. E aqui fora também, porque lá dentro, nós nunca fizemos nada para o Rogério e Baronesa, nunca fizemos nada para provocar de maneira que ocasionasse uma expulsão para eles. A gente realmente ficou triste quando eles saíram, porque era um sonho muito grande deles, e de repente, desistiram. Não teve nada realmente grave para eles se perderem do jeito que se perderam, declarou Cartolouco.