Fechar
ex-funcionário

Caseiro revela que Cid Moreira era agredido e mal tratado pela mulher

Caseiro acusa Fátima Sampaio de agressão e maus-tratos à Cid Moreira. A esposa do jornalista pode ser indiciada pela Justiça

Aline TorresRepórter do EM OFF

Mais um desdobramento da briga entre Cid Moreira e os filhos veio à tona. Agora os filhos do jornalista aposentado apresentam uma nova testemunha à Justiça. O caseiro que trabalhou durante quase 30 anos com o ex-apresentador do Jornal Nacional afirma que o ex-patrão sofria agressões e maus tratos pela esposa dele, Fátima Sampaio.

Os filhos de Cid entraram com pedido de interdição para o ex-apresentador e com um inquérito contra Fátima. Com testemunhas, Rodrigo Radendev Simões e Roger Felipe Naumtchyk Moreira, esperam provar a versão deles. Nos autos do processo, consta o caseiro trabalhou durante 26 anos com o jornalista.

Os filhos de Cid alegam que o pai vive em cárcere privado e dopado pela esposa. Segundo o Notícias da TV, na busca por esclarecimento, os filhos protocolaram uma ação de interdição na Vara da Família e Registro Civil da Comarca de Petrópolis, no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Eles alegam que a companheira do pai se apropriou dos bens da família.

Fátima está sendo alvo de um inquérito policial no Ministério Público do Rio de Janeiro. A vontade dos herdeiros do jornalista é que a madrasta seja presa de forma preventiva por ela fazer uso deliberado dos bens do também locutor. A família Sampaio poderá ser investigada por formação de quadrilha.

Continua após a publicidade

O irmão de Fátima é acusado por uma das testemunhas apresentadas pelos herdeiros de Cid de ter extorquido a sogra idosa. Por causa da semelhança entre os casos, toda a família deveria ser investigada. O pedido foi feito pelo advogado Angelo Carbone, defensor dos filhos do jornalista.

Outra testemunha que apresentou um depoimento importante para o caso foi o ex-caseiro do jornalista, que trabalhou com o casal durante 26 anos (entre 1991 a 2017), mas que fora demitido sem justa causa. Ele afirma que recebeu uma bonificação pelos serviços prestados, mas que não foi o suficiente, considerando o tempo dedicado.

O caseiro foi localizado pelo advogado de Roger e Rodrigo depois que o caso foi aberto na Justiça e agora se colocou à disposição para esclarecimentos. Ele pretende agora oficializar o que já foi dito para os herdeiros. A esperança é de que o depoimento do caseiro ajude no desenrolar do processo.

Ainda de acordo com o site, que teve acesso aos documentos do processo, há a descrição de uma conversa do ex-caseiro com Roger durante mais de uma hora. Eles já se conheciam, já que quando o caseiro ainda era empregado do pai, o filho adotivo do apresentador ainda vivia de forma harmoniosa com Cid.

O colaborador afirma que tinha uma boa relação com o ex-patrão e que ficou chateado pela forma como foi dispensado após tantos anos. Ele afirma ter visto um tratamento absurdo para com Cid, por parte da esposa dele, Fátima. Por exemplo, as refeições eram de péssima qualidade, guardadas e requentadas:

“[A comida] era horrível. (…) A comida sai da geladeira, esquenta, vai para a mesa, passa duas horas na mesa, depois volta para a geladeira. [Era] 15 dias fazendo isso. Era pizza todo dia. E daquelas pizzas horríveis. Ela [Fátima]fazia [a pizza], ficava um tempão lá na geladeira. Era todo dia pizza”, afirma o trabalhador.

Além disso, ele afirma que o ex-patrão era deixado sozinho para que a esposa saísse sem dar explicações: “Era todo dia. O coitado ficava igual um bicho preso na jaula, porque ali [na casa] tem que botar aquelas grades. Senão, entra bicho toda hora dentro de casa. (…) Ela sumia, só chegava à noite. Dizia que ia ao salão, que estava fazendo esse negócio de ginástica que ela faz”, disse.

Ainda segundo o caseiro, a ex-patroa teria dado dinheiro para outros funcionários sem o conhecimento de Cid. Ela mesma teria confidenciado ter dado R$ 50 mil para uma funcionária: “Ela disse que foi emprestado. Mas acho que não. A primeira vez foi R$ 25 mil. Depois, passou um tempo, ela [a colaboradora] pediu mais R$ 25 mil. Acho que era para montar um escritório”, revelou.

O caseiro ainda revelou que o ex-patrão apareceu com um olho roxo, mas que sem explicações sobre o que poderia ter causado o hematoma. Por causa das palavras do ex-funcionário, os filhos do locutor entendem que Fátima está diluindo o patrimônio de Cid e que o pai está sendo descuidado por quem deveria protegê-lo.

O advogado dos filhos pede que o depoimento do ex-caseiro seja apurado pela Justiça: “O caseiro que trabalhou para Cid Moreira por 26 anos noticia que Fátima o pôs para fora, que a comida que ela dava ao Cid era muito ruim, que ela manipulava tudo, que ela assinava os contratos por ele [que as assinaturas não partiam do punho dele]”, afirmou o profissional.

“[O caseiro noticia] que ela agredia ele [o marido], com lesões corporais. Que ele [Moreira] não é mais aquele homem. Mas, sim, uma criança. [O ex-empregado] fala sobre a vida íntima da Fátima. Vincula ela à família [que chamamos de quadrilha], com modus operandi idêntico. Que [ela] maltrata Cid Moreira”.

O declarante está à disposição da Justiça para narrar os bens, veículos e valores que ela dá para amigos, parentes ou suas amizades, e que não para em casa. Note-se ainda que ela manipula bens e valores, pactua contratos com assinaturas falsas do Cid Moreira, e faz tudo para deixá-lo sem nada e nas mãos da quadrilha. Fátima empresta dinheiro a juros e toda a gama de fórmulas para burlar o fisco”, finalizou o advogado.

O profissional ainda afirma a existência das duas testemunhas e que “vai aparecer coisa muito mais séria” acerca do caso. Procurada, Fátima não quis falar sobre o caso.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo