Fechar
ABRIU O JOGO!

Christina Rocha abre o jogo e revela se ‘Casos de Família’ é armado

Apresentadora do “Casos de Família” falou sobre os boatos de seu programa ser armado

Jean TellesRepórter do EM OFF

A apresentadora Christina Rocha foi a entrevistada dessa terça-feira (12), do “Programa de Todos os Programas”, do R7. No bate-papo com os jornalistas Flávio Ricco e Dani Bavoso, a comunicadora que comanda o programa vespertino “Casos de Família” no SBT, há mais de uma década, comentou um rumor antigo que sempre fez parte da atração, que dizia que os casos apresentados no programa seriam armados previamente pela produção. 

Christina Rocha falou sobre o tema ao comentar a exaustão física e mental que o programa causa em seu corpo: “Esse programa é um programa que não é armado e exige muito da gente, muito mesmo! Eu saio de lá cansada, literalmente cansada!”, narrou a apresentadora que prosseguiu dizendo que a atração de reconciliação entre familiares não possui script. 

A comunicadora revelou ainda que começou a fazer tratamento psicológico por causa do “Casos de Família”: “Eu hoje faço terapia por causa desse programa, para me ajudar também! É difícil você não somatizar”, Christina Rocha comentou sobre pautas sensíveis abordados na atração, como a de agressão a mulheres, e tornou a falar sobre os boatos de seu programa ser armado: 

“É homem que bate em mulher e você se envolve, porque não é nada… quem dera que fosse simulação tudo aquilo que a gente faz lá!”, a entrevistadora declarou que Christina Rocha já devia ter ouvido o boato por muitas vezes e a funcionária de Silvio Santos respondeu: “Sim é um saco! Mas é normal, quem quiser acreditar que acredite!”

Continua após a publicidade

O jornalista veterano Flávio Ricco quis saber como que a apresentadora do SBT soube lidar com os boatos de seu programa ser armado e Christina Rocha explicou que jamais toparia participar de uma atração armada, que omitisse as informações dos telespectadores. 

“’O que eu fico chateada com alguns críticos é quando as pessoas falam: ‘ah, que é armado’ ou não dão valor para a equipe. É uma equipe enorme, batalhadores para caramba, que vão nessas comunidades. É um programa muito difícil de fazer’”, desabafou Christina Rocha em entrevista ao R7. 

E essa não foi a primeira vez que Christina Rocha desmentiu boato de que seu programa seria armado. Durante uma coletiva de imprensa na celebração dos 10 anos do “Casos de Família”, a apresentadora falou sobre o assunto: “São casos reais. Eu não mentiria sobre isso. Me irrita profundamente falarem que é armação. Se fosse mentira eu não daria a cara a tapa. Sou super ética. Se eu falo que são reais, parece que eu é que sou mentirosa. Sou uma jornalista, eu tenho um nome a zelar e sempre agi corretamente”, declarou.

Rafael Bello, diretor da atração, também afirmou que as histórias apresentadas no “Casos de Família” são reais e revelou qual o cachê oferecido aos participantes: “Temos colaboradoras de comunidades que indicam as pessoas. Os produtores que correm atrás. Fazemos três entrevistas com os participantes antes de gravar. Vamos até a casa deles, checamos tudo, e depois de comprovar, gravamos. Eles recebem R$ 120, mais alimentação”, disse o diretor na época.