Imagem negativa

Com medo de ameaças, esposa de Stênio Garcia quer abandonar casa

Marilene Saad está pensando em sair de casa por causa dos ataques constantes que está recebendo ao lado do marido, Stênio Garcia

Aline Torres
Repórter do EM OFF

Marilene Saad está passando por maus bocados desde que um vídeo em que tira Stênio Garcia a força de uma entrevista, repercutir negativamente nas redes sociais. A esposa do ator afirmou em entrevista para o Notícias da TV, que estaá sendo atacada na rua, sendo chamada de “torturadora”.

Além disso, Marilene afirmou que o marido também está sendo atacado, sendo chamado de até mesmo de “velho gagá”. A atriz afirmou ainda que após toda a situação incômoda, criou vontade para deixa o país: “Minha vontade era sair do Brasil, mas a gente não está com fôlego financeiro para isso. Estão infernizando nossas vidas, podem destruir a imagem que você leva”, disse.

Acho que é um momento bem delicado, pois estou bem frágil, e não é um momento de olhar mais nada. O Stênio me proibiu, ele quer que eu fique boa para tocar a vida para frente, mas e aí como é que vai ser a reação na rua? Não sei, tomara que isso passe. Será que isso passa? Será que não vão ter sempre os odiadores que podem fazer uma agressão? Eu não sei”, continuou.

Em uma entrevista para a “Hora da Venenosa” do “Balanço Geral” de São Paulo. Marilene disse que vê o ocorrido como algo grave: “Isso que as pessoas estão falando é uma coisa grave. Ele tem 90 anos, ele pode passar mal. Eu tenho 54, eu posso passar mal. Realmente, aqui, depois das cinco horas [da tarde], não tem ninguém para socorrer a gente. Numa hora, se ele desmaia, se eu desmaio, se eu caio ou se ele cai…”, disse.

Sobre mudança de local após as ameaças, Marilene afirmou que pretende ira para outro apartamento, provavelmente em Copacabana, mas que existe a possibilidade do casal ir morar em um apartamento junto com o irmão dela para se sentirem mais seguros. No entanto, não revelou onde seria o novo local do apartamento.

“Acho que a gente tem que ir para Copacabana e, depois, [para] um apartamento que é do meu irmão. E depois o meu irmão quer comprar um apartamento um pouco maior do que o que ele já tem, com cinco suítes, para que possamos morar juntos em um lugar mais viável. Vou encontrar as filhas do Stênio, conversar com elas. Ele não quer sair [de casa], mas acho que tem que ser uma decisão da família para o bem de todos”.

Marilene ainda falou sobre o fato da apresentadora Sônia Abrão ter detonado a atriz, ter prejudicado ainda mais a imagem do casal: “A Sonia soltou a bomba e acabou comigo, aí mandou outro repórter, que eu não conheço, ligar para mim no dia seguinte depois que já estava um caos. Minha pressão foi nas alturas e a do Stênio estava baixa. Nunca tinha tido pressão alta”.

“Eu perdi a voz, fiquei desesperada, porque começaram a me chamar de torturadora, criminosa e coisas bárbaras. Disseram que mandariam o Conselho Tutelar aqui. Por favor, venha, venham todos! A família dele já ligou. Venham todos, aí sim vão ver que tem um cuidado extremo com ele. Tive que provar sobre minha vida, mas quanto mais eu provo, pior fica”, concluiu.