Fechar
absurdo

Companhia aérea obriga Pequena Lo a subir escadas e se recusa a levar scooter

Digital influencer denunciou a Azul Linhas Aéreas por descaso em voo

Paulo Henrique LimaRepórter do EM OFF

A influenciadora Pequena Lo, sucesso nas redes sociais com vídeos de humor e conselhos amorosos, passou por uma situação constrangedora ao tentar embarcar em um voo da Azul Linhas Aéreas, no Rio de Janeiro, na manhã desta sexta-feira (3). Ela, que é uma mulher PCD (Pessoas Com Deficiência), denunciou o fato de ter sido obrigada a subir a escada do avião da companhia. Hoje é o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência.

Em relato público, a famosa afirmou que a empresa se recusou a levar sua scooter elétrica, uma motocicleta que a ajuda a se locomover com melhor qualidade em seus compromissos profissionais e pessoais. E que o voo foi atrasado em mais de uma hora por falta de solução no impasse. A digital influencer desistiu de reclamar seus direitos e optou por fazer sua viagem em outra companhia aérea.

“Ia ter um voo agora, e eles simplesmente atrasaram o voo 1h de prazo, porque NÃO queriam despachar a minha scooter. Atrasando um voo com 118 pessoas, por conta da minha Motinha. Eu to completamente chocada com o transtorno que causaram por NADA”, reclamou a apresentadora, que recentemente integrou o elenco do “Prazer Luísa”, programa musical do Multishow apresentado por Luísa Sonza.

“Eu acabei de descer do avião, porque decidi que não iria mais nesse voo, depois dessa falta de noção que aconteceu, agora vou ter que pegar OUTRO voo. Gente eu viajo toda semana, e hoje eles implicaram com a minha scooter”, disse. A personalidade da mídia também acusou a Azul Linhas Aéreas de obrigá-la a subir a escada da aeronave, mesmo sabendo da sua deficiência física.

Continua após a publicidade

“E pra completar, tive que subir ESCADAS porque o voo de hoje foi remoto. O tamanho da escadaria que tive que subir, e agora descer porque desisti de viajar nesse voo”, enfatizou. “Agora imagina as outras pessoas com deficiência que precisam viajar??? A gente não tem direito de ir e vir, pelo amor de Deus gente! REVOLTANTE. Isso vale pra TODAS linhas aéreas”, desabafou em seguida.

O EM OFF procurou a Azul Linhas Aéreas para se posicionar sobre a denúncia feita por Pequena Lo. Em nota, a companhia reconhece o erro e explica que houve uma confusão ao solicitar a documentação da bateria usada na scooter. Afirma que aplicará novos treinamentos em seus profissionais e que reacomodou a digital influencer em outra aeronave, em voo para São Paulo.

“A Azul reconhece que houve um erro ao solicitar a documentação do modelo de bateria da scooter adaptada da Cliente em questão. A companhia pede desculpas pelos transtornos causados, informa que a Cliente foi reacomodada no voo seguinte e reforça que aplicará novos treinamentos em sua Tripulação para que situações como essa não voltem a se repetir”.

Em março, Pequena Lo denunciou ataques que sofreu através das redes sociais. “Sempre vão haver críticas sobre o meu trabalho. Tudo bem. Ninguém é obrigado a gostar de tudo, mas eu acho que respeito cabe em qualquer lugar. Tudo começa a partir do respeito. Já sofri esse tipo de comentário [de ódio], só que não tinha exposto como fiz dessa vez”, disse ela à ´época.

Tags Relacionadas: