Fechar
Polêmica!

Conrado volta a causar polêmica em live: ‘Não é só gay que morre’

O cantor afirmou que não são só os gays que morrem no mundo e voltou a afirmar que acredita que exista "heterofobia"

Jean TellesRepórter do EM OFF

O cantor Conrado voltou a causar polêmica nas redes sociais ao afirmar que acredita na existência e um comportamento “heterofóbico”, que seria um preconceito contra indivíduos heterossexuais. A afirmação ocorreu na noite desta segunda-feira (19), durante uma live que realizou com sua mulher, a ex-paquita Andréa Sorvetão.

“Você sabia quantas mulheres morrem por abuso sexual, violência…? Quantas mulheres e crianças morrem por abuso sexual e violência? Quantos cristãos morrem por pregar a palavra de Deus? Trezentos mil no mundo todo. Morre gente pra caramba, não é só gay, não”, disparou ele de forma alterada.

Em seguida, Conrado ainda voltou a reafirmar acreditar que existe “heterofobia”, arrancando gargalhadas da sua mulher: “Heterofobia eu tô vendo que existe, sim!”, falou. O comentário, é claro gerou uma enxurrada de críticas de internautas nas redes sociais.

“Por isso que não fazem sucesso, porque o único talento deles eh falar besteira”, escreveu Cris em seu perfil no Instagram. “Não é à toa que estão fora da mídia!”, ressaltou Angela Salles pela mesma rede social.

Continua após a publicidade

Mas houve também quem chamasse a atenção para o que seria a real intenção do casal:

“Alfafa jogando para conservadores. O sujeito é malandro. Quer pegar esse nicho para ganhar seguidores e depois fazer merchandising ou ate se candidatar. Infelizmente esse povo tem pouco discernimento para perceber qdo estão sendo manipulados por oportunistas”, alertou Ana Lúcia Cabral também pelo Instagram.

O casal voltou a se tornar assunto na mídia, após ter gravado um vídeo que virou chacota na web. Nas imagens, o casal trocava carinhos e pedia patrocinadores para suas redes sociais, justificando que eram “um casal hétero, cristão e tradicional”.

“Nós somos artistas desde sempre e somos casados há 26 anos. E estamos juntos há 32 anos. Somos um casal hétero, cristão e tradicional. Olha só! Feliz Dia dos Namorados. Será que nós teríamos alguma empresa interessada em patrocinar essa família?”, disse o casal na época.

Tags Relacionadas: