Fechar
Falou tudo!

Dayane Mello detona Aline Mineiro e diz que peoa ‘se esfrega’ em MC Gui

Dayane Mello criticou a ex-colega de confinamento e afirmou que ela não respeita o relacionamento de MC Gui

Aline TorresRepórter do EM OFF

A modelo Dayane Mello participou na tarde desta quarta-feira do “Link Podcast”, apresentado por Lucas Maciel. Durante a entrevista, a última eliminada de “A Fazenda 13” expôs detalhes da vida pessoal e da participação no reality rural da Record TV. A famosa falou de Aline Mineiro, antes sua melhor amiga dentro da atração, mas que se tornou a pior inimiga no jogo.

A ex-peoa revelou que a amizade com a ex-panicat foi seu maior arrependimento e que, na verdade, as duas deveriam ter ficado juntas no jogo até o final para que elas ficassem fortes: “Aline deveria ter ficado comigo e ponto. Deveria ter ficado do meu lado”, disse a modelo em um dos trechos da entrevista. Ela continuou falando da ex-affair dentro da casa:

“A Aline conseguiu me estudar de cima a baixo. Eu acho que no começo a gente conseguiu ter uma química boa, mas daí, como eu sou instintiva, depois de um tempo eu consegui ver… Quando ela falou em uma roça ‘shippa a gente’, eu percebi que ela tava querendo mais o meu público do que realmente viver, porque a Aline, ela entrou naquela fazenda, o que ela deveria fazer era uma coisa só, ficar perto de mim e ponto”, revelou a modelo.

“Se ela tivesse ficado comigo, jogado o jogo comigo, a gente tava junto até hoje. Só que ela quer ir contra mim, me difamar, não se posicionar, dizer que eu estou errando, ser amiga de todo mundo, não querer criar inimigos…”, ressaltou, continuando a detonar a ex-colega de confinamento: “Ela sugou muito as minhas forças e de muitas pessoas ali”.

Continua após a publicidade

“A Aline tá apelando muito. Ela não tem ideia do que ela fez comigo, do que ela tá fazendo com a relação do MC Gui. O menino ia casar, a Bia todo linda e maravilhosa [noiva do funkeiro], respeita. Ela também não ia casar? Não ia morar com o marido? Não tem como, tu esfrega na cara, vai fazer o quê? Que homem aguenta gente? Três meses sem sexo e a menina faz o que? Fica esfregando 24 horas por dia, não tem homem que aguenta. Ela apelou total. Beijinho pra lá e pra cá, não existe”, disse sobre o que ela pensava da aproximação de Aline e MC Gui.

Dayane Mello também falou sobre o comportamento de Rico e o dela dentro da casa e fez comparações entre os dois. “Se eu falo do corpo do Erasmo pode, aí se eu falo do corpo de uma mulher, eu estou indo contra uma mulher, então não tem muito sentido nas coisas que queriam sobre mim”, disse relembrando do episódio em que foi muito criticada ao falar do corpo de Marina Ferrari por ser musculoso.

Ainda sobre Rico, ela contou sobre o episódio em que rasgou a jaqueta do peão, o que tratou como uma brincadeira: “Ele pode peitar mulher porque ele é gay, pode peitar homem e mulher. Eu não posso, numa brincadeira, rasgar uma jaqueta, não fiz mal a ninguém, foi um momento de explosão, de raiva, de tristeza, de frustração… É muito complicado. Ele pode então. Ele pode maltratar, ele pode diminuir. Isso as pessoas não veem”, desabafou.

Sobre a vida pessoal, Dayane Mello relembrou duas grandes perdas este ano. Ela perdeu um dos irmãos em um acidente de carro enquanto estava participando do Gran Fratello” na Itália e, posteriormente, a mãe, com quem já não tinha mais contato desde que foi embora do Brasil. Ela contou que a família não a incentivou a estudar e admitiu que não concluiu o colégio:

“Eu tenho um coração muito bom, eu sou uma pessoa muito boa. Eu tenho falta de informação, eu obviamente não terminei a escola, não fiz uma faculdade. Faltou até escola, faltou muita coisa pra mim. Faltou muito beijo, faltou abraço, faltou muita coisa pro que uma criança deve ter”, confessou a modelo. “Eu não me lembro de nenhum abraço nem um beijo da minha mãe nem do meu pai, era uma educação muito rígida”, relatou Dayane.