Fechar
CASO KEVIN

Deolane Bezerra dá nova declaração sobre morte de Kevin: ‘Foi homicídio’

A advogada declarou que como advogada, acredita que houve homicídio na morte trágica do marido MC Kevin

Jean TellesRepórter do EM OFF

A advogada Deolane Bezerra deu novas declarações sobre a morte do seu marido MC Kevin, que ocorreu no último dia 16 de maio após o funkeiro despencar do alto de um apartamento de luxo em um hotel na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

Em entrevista ao podcast do ator Sérgio Malando, a viúva de Kevin declarou que existem muitas contradições nos depoimentos das testemunhas do caso:

“A verdade é que ele foi lá dar uma afogada no ganso. Ele estava bem louco. Bebeu, constou [no laudo] que ele usou droga sintética. Ele não estava em si. O que aconteceu lá, eu não sei, não tenho noção”, iniciou dizendo Deolane Bezerra.

E continuou: “Só sei que tem três pessoas mentindo. É tudo contraditório. Até o que falaram nos depoimentos e na mídia. Eles se desmentem! (…) Para ser um acidente, não tem que ter maldade. Prefiro ir na linhagem do crime. Um acidente através de uma brincadeira de mau gosto já é maldade.”

“Uma brincadeira sadia, é diferente. Não é brincadeira você estar em um quarto com uma garota de programa e falar ‘Sua mulher chegou aí para alguém que está transtornado. Isso não existe. É uma brincadeira que não se cogita”, disse.

Em seguida, a advogada declarou que como ser humano entende que o incidente aconteceu devido a uma brincadeira de mau gosto. Mas como advogada, entende o caso como homicídio:

“Eu, como ser humano, [acho que foi] uma brincadeira de mau gosto. Eu como advogada, [acho que] foi homicídio com dola eventual, quando você assume um risco. Quando você pratica algo assumindo o risco. (…) Não sei se era brincadeira, se era para tirar ele do quarto e ficar sozinho com a menina.”

“É um absurdo o menino falar que contou para o Kevin [que eu estaria lá] e ele não ir embora. Se eu batesse lá, o Kevin ia abrir a porta e falar: ‘Está chapando? Vim só buscar uma seda’. Ele sabia como me manobrar (…). Uma hora a verdade aparece”, disse a advogada.

Deolane Bezerra declarou ainda que ainda não conseguiu sentir a dor da perda, e tem “abraçado” diversos projetos para tentar camuflar aquilo que tá sentindo. “Ninguém me deixa sozinha”. Finalizou.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo

Tags Relacionadas: