Mandou a real

Deolane Bezerra diz que ‘não quer ser famosa’ e reclama do assédio dos fãs

Deolane Bezerra desabafou sobre não querer a fama e que prefere estar comendo um churrasquinho em um boteco

Aline Torres
Repórter do EM OFF

Deolane Bezerra foi a convidada da noite dessa segunda-feira (18) no “Poccast”, apresentado por Lucas Guedes e Alvaro Xaro e na ocasião, a advogada aproveitou para falar sobre vários fatos de sua vida, inclusive comentou sobre a fama que ganhou repentinamente após a morte de seu noivo, MC Kevin, em maio de 2021.

Durante a entrevista, Deolane falou sobre como lida com a fama e se mantêm amizade com outros influenciadores. A agora cantora também falou sobre a amizade com Carlinhos Maia, uma das poucas pessoas com quem realmente criou laços nesse meio da internet: “Tem que ser muito f*da. Igual eu e Carlinhos [Maia]. A gente tem uma personalidade muito igual, então a gente se dá bem. Agora, se for para confrontar, dá ‘pau’”.

Deolane e ainda disse como funciona as relações no meio midiático e deixou claro que a briga de egos é constante: “Não tenho muita paciência, é muita guerra de egos. Eu gosto da internet pra fazer o meu trabalho, influenciar as pessoas com a minha história e ganhar dinheiro”, declarou ainda.

A advogada deixou claro que não se dá bem com a fama e prefere levar uma vida simples, onde possa comer um churrasquinho sentada em um boteco. Além disse, enfatizou que não se sente bem com o assédio das pessoas que assim que a veem em um local, pegam o celular parar fazer imagens:

“Eu não quero fama, essa loucura. Não ligo para isso, eu continuo fazendo as mesmas coisas que fazia quando não era famosa. Eu amo ir para um barzinho, ficar num boteco de esquina comendo churrasquinho. Hoje eu não posso mais. Se eu for para uma festa, o povo fica com o celular na sua cara”, enfatizou.

Climão com Flayslane

Ainda durante a entrevista, Deolane falou sobre quando conheceu a ex-BBB20, Flayslane. A influenciadora afirmou que a princípio não se deu bem com a cantora: “Eu achava que ela me olhava de cara feia. Uma vez a gente estava fazendo uma presença em uma loja de Fortaleza. Eu, ela, Carlinhos Maia, um monte de gente”, começou.

Logo depois, citou uma situação que fez acreditar que elas realmente não poderiam se dar bem: “Aí alguém chamou ela de influencer. Ai ela do meu lado, falou: ‘eu não sou influencer, eu sou cantora. Eu pensei que ela estava querendo tirar com a gente. Fiquei quieta, muda estava e fiquei”, disse ainda.

A influenciadora admitiu que quem ajudou na causa, foi sua irmão, Dayane, que percebendo a situação, acabou juntando as duas, favorecendo uma bela amizade: “A Dayanne falou: ‘pois é, ela pensa a mesma coisa que você’. Ai ela levou a Flay até mim e pronto. Hoje somos c* e cueca”, afirmou.