Fechar
A treta continua!

Deolane Bezerra diz que tentou ser ‘comprada’ por equipe de Bolsonaro

Advogada decidiu rebater o ataque que recebeu do presidente da República e afirmou que recebeu convite de parceria

Aline TorresRepórter do EM OFF

Mesmo após ter feito uma publicação de que ia permanecer calada durante essa quarta-feira (27), a advogada Deolane Bezerra mudou de ideia e resolveu se pronunciar sobre uma provocação feita pelo presidente da República Jair Messias Bolsonaro (PL). A influenciadora fez uma sequência de stories para falar sobre a situação que a desagradou.

A viúva de MC Kevin começou falando sobre não incomodar as outras pessoas que possuem opiniões políticas diferentes da dela: “Eu tenho a minha opinião política, mas eu não vou no Instagram de ninguém xingar quem tem opinião contrária. A que ponto chegamos, né? Um presidente da República, que deveria estar ocupado com mil e uma coisas, tá me ofendendo no Twitter, no Facebook porque eu apoio um adversário dele”, começou.

Em seguida, ela deixou claro que a equipe de Bolsonaro já entrou em contato com ela para uma suposta parceria: “A que ponto chegamos, sendo que há alguns meses, estava a equipe dele atrás de mim. Mas eu não aceitei porque eu tenho princípios políticos meus, mas eu não obrigo ninguém a pensar igual a mim, o voto é livre, gente, graças a Deus”, disse ainda.

Em seguida, ela afirmou que o presidente só conseguiu se eleger devido às supostas fakes news que foram espalhadas por grupos de WhatsApps e outras redes sociais: “Sabe o que me incomoda? É ver fake news. Cortar trechos de entrevistas minhas para usar contra mim sabendo que foi assim que se elegeu, não é seu presidente? Você se elegeu em cima de fake news”.

Continua após a publicidade

Profissão

Enfurecida, a influenciadora defendeu a profissão que exerce: “Agora não venha espalhar fake news da minha profissão, eu sou uma advogada criminalista, eu defendo a lei, tá bom? Pega a matéria completa e coloca, não fica colocando trechos pra deixar os seus eleitores mais alienados ainda”. Por fim, Deolane aproveitou para explicar a situação para os seguidores:

“Eu tô falando isso gente, porque o digníssimo presidente da República, colocou um trecho de uma entrevista minha em um podcast no Twitter e no Instagram. Fiquei meio surpresa por incomodar o presidente da República por simplesmente tirar uma foto com o adversário, a que ponto chegamos? Mas o ponto que ele coloca, é onde eu falo que gosto de advogar para bandidos. Eu sou uma advogada criminalista, então…”

Entenda

Após o encontro entre Deolane Bezerra e o pré-candidato à presidência da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) viralizar nas redes sociais nessa terça-feira (26), o atual presidente, Jair Messias Bolsonaro (PL), resolveu se manifestar. Em uma publicação feita no Twitter, o político alfinetou a advogada com um trecho de uma entrevista dela para um podcast.

No trecho compartilhado por Bolsonaro, Deolane afirma que gosta de advogar para bandido: “Eu gosto de bandido, eu gosto de advogar pra bandido. ‘Doutora, tô fudida, a casa caiu, fiz mesmo’, eu gosto disso”. Na legenda da publicação, o presidente escreveu: “Feitos um pro outro”. Deolane não gostou nada do posicionamento do chefe do Executivo nacional.

A influenciadora resolveu rebater o ataque do presidente também pelo Twitter: “O Brasil cheio de problemas para serem resolvidos e o cara quer vir me atacar? Ajuda né ‘mito’ vai trabalhar meu filho, vai fazer algo de de bom pelos brasileiros”, escreveu a funkeira. Anteriormente, ela já tinha afirmado: “Não fechou comigo é recalque e inveja, pronto falei”.