Fechar
Chique

Deolane Bezerra lança carreira musical e show custa até R$ 300

Deolane Bezerra faz estreia do Baile da Doutora em São Paulo

Augusto ViannaRepórter do EM OFF

A advogada Deolane Bezerra, de 33 anos, viúva do cantor Mc Kevin, se tornou uma das influenciadoras mais poderosas do Brasil. Com mais de 10 milhões de seguidores, grande parte deles conquistados após a morte polêmica do funkeiro, a doutora quer seguir novos passos na carreira, e não apenas na área jurídica. Ela quer migrar para o mercado fonográfico brasileiro e se lançar como cantora. 

Deolane é frequentadora assídua de eventos repletos de celebridades, como o show do cantor Wesley Safadão, em Cancún, na cidade do México. Ela vira e mexe ataca como DJ nas baladas em que frequenta e até arrisca soltar a voz ao lados dos funkeiros e amigos de Kevin.  A defensora anunciou recentemente o primeiro evento de autoria dela em São Paulo. Trata-se do “Baile da Doutora”, que será realizado no dia 20 de novembro, no Varanda Estaiada.

A venda dos ingressos foi um sucesso para ela logo de imediato. Em apenas quatro horas do início da venda, os bilhetes se esgotaram e ficaram apenas disponíveis os setores como pista e área vip, que custam entre R$ 120 e R$ 300. Um valor bem parecido com os valores de entradas para apresentações de artistas já consagrados na música do país. 

A festa ainda contou com vendas promocionais no site e contará com arrecadação de 1kg de alimento não perecível no dia do evento para os que compraram o convite de meia-entrada. “Venha preparado para curtir muito. Drª Delane te convida para a estreia do seu baile”, diz a página de venda. E continua: “Com uma mega produção, o Baile contará com a participação de vários artistas convidados. Traga muito amor que te devolveremos muita felicidade”. 

Continua após a publicidade

Deolane compartilhou no último dia 4, um registro do encontro com a rainha da sofrência Marília Mendonça. Além dos vários cliques com a patroa, a influencer enalteceu Marília e continuou a tietagem nas redes sociais. “Zerei o gamer. Almas gêmeas? Sei não, só sei que a energia bateu! Que conversa top! Mulher é mulher!”, escreveu ela na legenda da foto. A dona dos hits  “Bebi liguei” e “Todo Mundo vai Sofrer” também publicou foto ao lado da defensora com a seguinte descrição: “As ‘mãe’ tão extourada, exquece (sic). Comemorando e esperando as outras patroas que vão chegar”, escreveu ela.

Deolane e a polêmica com a OAB

Deolane curtiu as férias em Dubai, um dos principais destinos dos ricos e famosos, e resolveu soltar uma indireta para a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Na época, ela compartilhou com os seguidores imagens de que estava em um restaurante de luxo e comendo carne banhada a ouro. “OAB não é ouro, é banhada viu?”, escreveu ela e ainda disse: “Quem sabe ser rica, é eu”.  Ela começou a comentar sobre a nova norma, enquanto ainda estava dentro do avião.

“Agora eu vi coisa, viu! OAB devia se preocupar com as nossas prerrogativas que não temos garantias”, escreveu ela no Stories.  “Já vou avisando que eu tenho três empregos”, completou Deolane.  Logo em seguida, fez uma vídeo e disse: “OAB, me ajuda né? Eu tenho três empregos, estou num avião indo para Dubai e vocês me lançam um regulamento desses? Vamos cuidar das nossas prerrogativas. Não temos, só estão aí no papel. Muitas vezes, nós criminalistas somos tratados como bandidos. Já viram aquela frase: ‘A pessoa quer te ver bem, mas nunca melhor que ela’”, completou Deolane Bezerra.

Antes, a viúva de MC Kevin já tinha postado nas redes sociais uma foto ao lado de diversas sacolas de compra, exibindo itens de luxo. Como provocação à OAB, a advogada tampou as marcas e escreveu o nome de lojas de departamento populares por cima, como C&A, Renner ou Riachuelo. A Ordem dos Advogados do Brasil publicou através de um provimento 205/2021, no parágrafo único do art. 6º, um regulamento que proíbe qualquer ostentação de advogados nas redes sociais. “Fica vedada em qualquer publicidade a ostentação de bens relativos ao exercício ou não da profissão”, diz o documento.

“Como uso de veículos, viagens, hospedagens e bens de consumo, bem como a menção à promessa de resultados ou a utilização de casos concretos para oferta de atuação profissional”. Como elucidado na decisão, independente se as postagens são relativas ou não a profissão, o profissional de advocacia não pode mais “ostentar” em seus perfis nas redes sociais.Ou seja, advogados não podem aparecer em fotos em carros ou hotéis de luxo, celulares de última geração, assim como relógios, jóias entre outros. A decisão é claro gerou polêmica e foi debatida por internautas. “Kakakakaka a OAB tá de sacanagem! O mimimi tá tomando conta de tudo. Daqui a pouco advogado não pode postar que está bebendo água, pois há falta de água em algum lugar do mundo…”, reclamou um internauta.