Fechar
Continuará preso

DJ Ivis é indiciado por dois crimes diferentes no caso de agressão

DJ Ivis vai responder por ameaça e injúria no âmbito da violência doméstica após agressão contra sua ex-esposa Pamella Holanda

Aline TorresRepórter do EM OFF

O músico DJ Ivis foi indiciado pela Polícia Civil do Ceará por mais dois crimes além de lesão corporal, ameaça e injúria no âmbito da violência doméstica. O músico, que já teve um habeas corpus negado pela Justiça, está preso desde o dia 14 de julho, após vídeos em que ele aparece agredindo a ex-esposa Pamella Holanda virem a tona.

“A Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) informa que concluiu, no último dia 22, e remeteu ao Poder Judiciário do município do Eusébio o inquérito policial que investigava uma ocorrência no âmbito de violência doméstica registrado, no último dia três deste mês. Com a conclusão das investigações, o suspeito foi indiciado pelos crimes de lesão corporal, ameaça e injúria no âmbito da violência doméstica”, diz a nota oficial divulgada pela polícia.

O DJ Ivis teve o pedido de habeas corpus negado pela Justiça após ser preso por agressão contra a ex-esposa, Pamella Holanda. O cantor apareceu em foto com a cabeça raspada depois de chegar na Unidade Prisional Irmã Imelda Lima Pontes de segurança máxima, localizada no Ceará.

Segundo a coluna de Leo Dias, para o portal Metrópoles, após o pedido de habeas corpus ser negado no sábado (17), o cantor deverá permanecer preso por tempo indeterminado e ficará a disposição do Poder Judiciário. Se condenado, o compositor poderá pegar até três anos em regime aberto ou semiaberto.

Continua após a publicidade

Dois outros pedidos para que o cantor fosse solto, foram apresentados pela defesa dele no dia no dia 15 (quinta-feira). O primeiro era um pedido de relaxamento da prisão (quando a defesa tenta alegar que a prisão foi ilegal ou arbitrária) e o segundo solicitou a liberdade provisória com ou sem fiança do DJ, mas todos os pedidos foram negados.

Momentos antes de ser preso no dia 14 (quarta-feira), DJ Ivis gravou um vídeo pedindo perdão, para todas as mulheres e para a ex-esposa agredida, Pamella Holanda. O vídeo foi publicado com exclusividade pelo jornalista Leo Dias, do portal Metrópoles. Ainda segundo a coluna, o compositor não conseguiu postar o vídeo nas redes sociais como pretendia, porque a polícia chegou ao local para levá-lo à delegacia.

Ao chegar no local para dar esclarecimentos, ele foi chamado de covarde por pessoas que estavam no local. “Eu tô passando aqui, pra dizer pra cada uma de vocês. Pra você que pe mãe, pra você que é filha, pra você que é pai, pra você que é família, pra você Pamella. EU errei, assumo meu erro. As pessoas que convivem comigo, sabem como eu sou de verdade”, desabafou o DJ, que continuou:

“Hoje eu tô aqui como ser humano, não tô aqui como o compositor que eu me tornei, um produtor que eu me tornei, um artista que muitos quiseram que eu me tornasse. Eu tô aqui como ser humano. Tô aqui como Iverson. Passando pra dizer que eu tô errado mesmo. Perdão a cada um de vocês. Nada vai mudar, mas eu não sou perfeito. Eu tentei ser perfeito e não consegui”.

Eu não tô fazendo isso aqui pra tentar mudar o que eu fiz não. Eu tô tentando fazer isso aqui, pra mostrar que eu também sou ser humano. Eu tenho que ser forte ainda para minha mãe, pra todo mundo que tá ao meu redor, mas eu não consigo. Eu devo esse perdão a todo mundo que viu aqueles vídeos, ali não sou eu. Eu não sou assim”, disse o músico.

Entenda

Pamella Holanda publicou vídeos de uma câmera de segurança localizada dentro do apartamento em que vivia junto com o ex-marido, DJ Ivis. Nas imagens, ela é agredida fisicamente pelo cantor com socos e pontapés. Artistas e internautas apoiaram a mãe de Mel de apenas 9 meses, que estava presente em meio às agressões.

A Som Livre, gravadora responsável pelos lançamentos do DJ Ivis, também removeu todas as músicas dele das plataformas digitais além de tirar banners de divulgação das redes sociais. Xand Avião, dono da empresa que gerenciava a carreira de Ivis, gravou um vídeo afirmando que o músico não faz mais parte do rol de artistas da agência.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo

Tags Relacionadas: