Fechar
Covid-19

Djacir de Oliveira, do programa ‘Nas Garras da Patrulha’, morre aos 81 anos

Djacir Oliveira faleceu de insuficiência respiratória aguda devido ao Covid-19. Ele fazia a voz de personagens marcantes do humorístico

Aline TorresRepórter do EM OFF

O humorista Djacir Oliveira, responsável pelas vozes icônicas dos maiores personagens do programa “Nas Garras da Patrulha”, faleceu aos 81 anos na noite desta quarta-feira (08) no hospital Gênesis, em Fortaleza, capital do Ceará. O motivo foi insuficiência respiratória aguda, complicação provocada pela Covid-19.

Djacir foi responsável pela voz de personagens marcantes como Doquinha, Tatá e Sinira Beiçuda. Os famosos bonecos, sempre buscaram representar o sotaque, expressões, palavras e gírias cearenses e o humorista conseguiu com maestria. Em todo o Ceará, o “Nas Garras da Patrulha” é sucesso, levando risada e descontração.

O comediante veterano fazia parte do Sistema Verdes Mares desde 1989 e sempre inspirou as novas gerações que acompanham o “Nas Garras da Patrulha” há 20 anos, tempo em que está sendo exibido na tela da TV Diário. Cleber Fernandes, colega de Djacir afirma: “Nós temos ele como uma referência”, disse.

O humorista era o único que remanescia no programa dentre os profissionais da primeira geração. Djacir recebeu muitas homenagens, dentre elas, da ex-cunhada e amiga, Lourdes Leite, que falou com carinho do veterano: “Ele era um amigo maravilhoso. É muito difícil perder um amigo como ele, que é uma raridade”.

Continua após a publicidade

“Ele foi um grande amigo para mim e meus filhos, sobrinhos dele. Todos o amavam muito pelo grande tio que ele foi”, finalizou. O humorista vai deixar saudades e os personagens não serão os mesmos sem a voz marcante de Djacir. A dupla Coxinha e Doquinha não será mais a mesma sem as frases expressivas ditas pelo comediante.

Nas Garras da Patrulha

O programa estreou na TV Diário em 1987 e desde então tem marcado gerações. Bordões como “É ou não é Doquinha?” e “É sim Coxinha”, dos personagens Coxinha e Doquinha, já estão no imaginário dos fãs do programa que moram principalmente no Ceará, mas em várias partes do Brasil , o humorístico tem seus fieis telespectadores.

“Nas Garras da Patrulha” foi feito baseado em um programa homônimo transmitido na Rádio Verdes Mares já na década de 1980. Os personagens, na verdade, são bonecos manejados e com vozes dos humoristas inserindo esquetes regionais cômicos, englobando não só a linguagem cearense, mas a nordestina em geral.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo