Fechar
R$ 20 milhões

Em ação milionária, Rachel Sheherazade acusa Silvio Santos de assédio e censura

A ex-âncora do SBT Brasil diz ter sofrido boicote também dos chefões do jornalismo do SBT, além de influência de Luciano Hang na perda de espaço na emissora

Aline TorresRepórter do EM OFF

Rachel Sheherazade protocolou na Justiça uma indenização milionária, no valor de R$20 milhões, após ser demitida em agosto de 2020 do SBT. Ela acusa o ex-patrão Silvio Santos de assédio moral e humilhação em rede nacional, além de ter sofrido, da chefia de jornalismo da emissora, boicote e censura.

Rachel também afirma que, enquanto trabalhou na emissora, deixou de receber seus direitos trabalhistas. A jornalista entrou com a ação no dia 11 de março na 3ª Vara Trabalhista de Osasco, em São Paulo, cidade em que fica a sede da emissora.

Segundo o Notícias da TV, um dos episódios que incomodou Rachel foi no Troféu Imprensa de 2017, quando recebeu o Troféu Internet de melhor apresentadora de telejornal. A ex-âncora do SBT Brasil diz ter sido humilhada em rede nacional por Sílvio.

Na ocasião, o homem do baú teceu o seguinte comentário: “Eu te chamei para você continuar com a sua beleza, com a sua voz, foi para ler as notícias, e não dar a sua opinião. Se quiser falar sobre política, compre uma estação de TV e faça por sua própria conta”.

Segundo os advogados de Rachel, Silvio teve “atitude nitidamente machista, [que] colocou a figura feminina numa posição em que a beleza física é supervalorizada em detrimento dos atributos intelectuais“, além de um comportamento depreciativo, preconceituoso, vexatório, humilhante e constrangedor.

Por causa dessa situação específica e pela exposição midiática na época, os advogados da jornalista estão pedindo uma indenização de R$ 500 mil por danos morais.

Outro momento em que Rachel se sentiu lesada foi quando Luciano Hang, um dos principais patrocinadores do SBT, supostamente teria pedido para Silvio Santos afastá-la do jornal nas edições de sexta-feira, após publicações em redes sociais feitas pelo dono da Havan.

Segundo os advogados da ex-âncora, “Silvio Santos a afastou da apresentação do telejornal SBT Brasil, como nítida forma de punição em razão de seus comentários e opiniões, bem como reduziu seu espaço no ar”.

Com todos os detalhes do processo, a ação visa uma indenização de R$ 20 milhões para Rachel Sheherazade, o que inclui o pagamento de direitos trabalhistas e ressarcimentos por danos morais, por exemplo.

A audiência está marcada para ocorrer no dia 3 de agosto, quando as testemunhas dos dois lados serão ouvidas pelo juiz. O jornalista e colega de Rachel, Hermano Henning, que também entrou com ação contra o SBT, apoiará a ex-companheira de trabalho.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo