Fechar
TRETA

Em entrevista exclusiva a Leo Dias, Lívia Andrade diz que foi usada por Pétala

A ex-contratada do SBT se defendeu das acusações de Pétala Barreiros

Danilo ReenlsoberRepórter do EM OFF

A apresentadora Lívia Andrade concedeu uma entrevista ao jornalista e colunista Leo Dias, do portal Metrópoles, no qual se defendeu das acusações da influenciadora Pétala Barreiros, ex do empresário Marcos Araújo, seu atual namorado. Na entrevista, Lívia Andrade afirmou que já recebeu muitas mensagens de ódio sobre o caso e que toda a polêmica foi instaurada apenas por interesse financeiro.

Leo Dias também quis saber porque a famosa se envolveu no escândalo e se sua presença no teste de DNA do filho da influencer foi uma provocação. “Eu não fui envolvida agora, fui envolvida no final do ano passado. Ela me acusou de roubar um tênis usado e de ter destruído uma família. Fui envolvida numa grande polêmica que não era minha. Eu precisei me defender, por mim e pela minha família, por tudo”.

Vi uma história que não era minha sendo divulgada“, disse a famosa. “Hoje, essa história é minha. Ela me usou para aparecer, isso pra mim está muito claro. Ela já tentou isso antes“. Leo Dias, então, questionou o motivo de falar sobre o problema em vez de ficar calada. “E porque ficar calada, pra agradar uma sociedade“, disparou Lívia.

Eu tô com medo do vô e da vó, tô com medo dessa maldade. Até que ponto as pessoas têm coragem de inventar coisas para ser vista, para ganhar engajamento“, disparou Lívia. A ex-contratada do SBT afirmou que não sabe se a família é perigosa, quando questionada por Leo Dias sobre o medo que sente da família de Pétala.

Continua após a publicidade

Em 2011, Altemir Barreiros, pai de Pétala, foi preso com o irmão por suspeita de tentarem furtar joias no interior de São Paulo. Os dois foram presos em flagrante pela polícia em Ibitinga, acusados de sair de uma joalheria com objetos de valor da loja sem pagar por eles. Durante a fase de investigação, o delegado Carlos Alberto Ocon de Oliveira chegou a afirmar que foram encontrados nove anéis, pulseiras, caneta Montblanc e um relógio Rolex furtados com os irmãos.

Vocês estão comprando um produto pirata. É fácil comprar uma história que pega no emocional. Ela tem cara de vítima. Maternidade beatifica a mulher. A referência que eu tenho de mãe solo é aquela que faz tudo pelos seus filhos, mas tudo dentro da lei, da maneira correta“, atacou Lívia. “Tive uma história inventada contada. Hoje eu sou a vilã“.

A apresentadora falou do momento do teste de DNA, no qual foi “flagrada” pela irmã de Pétala, Yanka. L´ívia disse que percebeu que estava sendo filmada. “Eu não queria dar essa imagem [dela ao lado do namorado Marcos Araújo]. Desceu eu, depois desceu ele, cada um com seu segurança“, explicou. “Aquele lugar é onde os acompanhantes ficam“.

Na entrevista, Leo Dias fez perguntas enviadas por leitores da sua coluna. Em uma delas, uma seguidora questionou se está valendo a pena passar por tudo isso por essa relação. “Se voltasse no tempo, faria tudo de novo?”, quis saber Leo. “Claro que faria. Se não fosse essa situação, seria outra. Não podemos abrir não da felicidade por motivo nenhum, por causa de nada nem ninguém“.

Entenda

A polêmica entre Pétala Barreiros e Lívia Andrade começou na semana passada, especificamente na manhã da última terça-feira (21), quando a apresentadora Lívia Andrade foi flagrada acompanhada por seguranças do empresário Marcos Araújo. A ex-contratada do SBT estava do lado de fora de um prédio onde o empresário fazia um teste de DNA de reconhecimento de paternidade do filho mais novo, Lucas.

Pétala e Marcos foram casados e têm dois filhos juntos, Lorenzo, de seis anos, e Lucas, de nove meses. Quando a criança nasceu, os dois já haviam se separado. A influencer relatou que o ex-marido não conheceu o filho até hoje e não assumiu a sua paternidade legalmente.

A irmã de Pétala Barreiros, Yanka Barreiros, que também é influenciadora digital, foi quem filmou Lívia Andrade cercada por seguranças e expôs o vídeo nas redes sociais. Segundo a influencer e empresário levou quatro seguranças armados para o local onde foi realizado o exame de DNA.