Fechar
Olimpíadas 2020

Em Tóquio, Lucão do Vôlei revela preocupação com filho doente no Brasil

Lucão do Vôlei agitou as redes sociais com a estreia nos Jogos Olímpicos. O atleta brasileiro revelou o motivo de usar máscara de proteção

Adriel MarquesRepórter do EM OFF

Lucas Saatkamp, o Lucão do Vôlei, despertou a curiosidade dos brasileiros ao aparecer em quadra de máscara durante as Olímpiadas no Japão. O atleta que já foi medalhista de prata em Londres 2012 e medalhista de ouro na Rio 2016, revelou o motivo de se precaver e por que optou por usar o item de proteção durante os jogos.

Lucão do Vôlei em entrevista ao Estadão revelou que o filho possui bronquite: “A ideia é evitar ao máximo ter de me afastar por causa da contaminação. O segundo motivo é que eu tenho um filho pequeno. Ele tem alguns problemas como bronquite, e a grande preocupação, claro, é o risco de contaminá-lo”.

Em entrevista ao Globo Esporte, o atleta que está no Japão representando o Brasil durante as partidas, já havia confessado que se sente incomodado com o uso da máscara: “A máscara incomoda um pouco, principalmente na parte de cárdio, que exige um pouco mais, na hora de um rali. Mas a sorte é que, no nosso esporte, é mais de explosão, os ralis são mais curtos, às vezes é só uma ação que você faz”.

“No vôlei masculino, então é menos ainda. Quando o rali dura 10 ou 15 segundos, já é muito. Isso facilita muito o uso da máscara, principalmente em relação ao futebol, ao basquete, que exige mais essa parte aeróbica. Claro, quando tem um rali, me afasto, levanto a máscara para poder respirar normalmente. Mas, na grande maioria das vezes, é tranquilo”, concluiu Lucão do Vôlei.

Continua após a publicidade

O esportista deixou claro que vai continuar usando a proteção mesmo com a liberação da vacina. Durante a entrevista ao Globo Esporte, ressaltou a importância dos jogos voltarem: “Querendo ou não, o Brasil e o vôlei, entre outros esportes, não são como a NBA, que pode usar o orçamento de US$ 1 bilhão para montar uma bolha e todo mundo jogar lá. Ainda mais porque estamos em uma pré-temporada, estamos no início. Não é como lá, que já estavam nos playoffs. É mais fácil de juntar as equipes e jogar”.

Sobre os riscos, julgou necessário e abordou a pauta do desemprego. Defendendo os profissionais que precisam se reestabelecer, porém, ressaltou que é preciso se cuidar: “Então, estamos correndo riscos, riscos que eu julgo necessários para que o esporte volte a rodar, para que as pessoas voltem a estarem empregadas, para que os patrocinadores tenham visibilidades e para que o público tenha entretenimento também. Então, vejo com naturalidade essa volta. Vamos nos cuidar ao máximo”.

Sua estreia na quadra em Tóquio causou alvoroço nas redes sociais. Sua atitude em usar a máscara durante a partida, foi um dos assuntos mais comentados do Twitter. Na madrugada deste sábado (24) jogou contra a Tunísia e o central da equipe foi o único que jogou de máscara durante toda a partida.

Os Jogos Olímpicos de Verão de 2020 foram adiados para 2021 e estão acontecendo em Tóquio. O evento multiesportivo contou com drones na abertura formando desenhos e dando um belíssimo show, foram usados 1.824 aparelhos no total. A cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos aconteceu na última sexta-feira (23).

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo