Eita!

Equipe de Jair Bolsonaro busca apoio de Roberto Carlos e é humilhada pelo cantor

O rei Roberto Carlos pediu para que sua equipe não respondesse aos chamados de Jair Bolsonaro

Lucas Cardoso
Repórter do EM OFF

Parece que o atual presidente da república, Jair Bolsonaro, está a procura de um nome de peso para se aliar e recuperar sua popularidade entre os brasileiros. De acordo com a revista Veja, o anseio do presidente pela recuperação da sua popularidade se deu após a exposição gigantesca que o pré-candidato Lula ganhou ao receber apoio de uma das artistas mais influentes do Brasil, a cantora Anitta.

Ainda de acordo com a revista, a equipe de Jair Bolsonaro teria entrado em contato com a assessoria de ninguém mais, ninguém menos, que Roberto Carlos para uma possível aliança. Entretanto, o rei da música popular brasileira pediu à sua equipe que ela não respondesse os chamados do presidente da república, que irá concorrer novamente às eleições neste ano.

Asessoria de Roberto Carlos desmente surto do cantor

Nesta última sexta-feira (15), Roberto Carlos se tornou um dos assuntos mais comentados da semana após perder a paciência com um fã que gritava na platéia. Sem papas na língua, Roberto pediu para que o fã calasse a boca, pois os gritos estavam o atrapalhando. Sua assessoria emitiu um comunicado esclarecendo o ocorrido.

O Roberto ficou chateado, sim. Normalmente, as fãs correm pra beirada do palco quando ele canta a música ‘Como é Grande o Meu Amor Por Você’. Ontem, elas correram quando ele começou a cantar ‘Cavalgada’, que é uma música antes. E ‘Cavalgada’ é uma música muito delicada, tranquila. Neste momento, 50, 60 pessoas começaram a correr para a beira do palco.

As fãs começaram a dizer: ‘Te amo’, ‘quero uma rosa’, ‘quero casar com você’. E isso estava tirando a concentração dele naquele momento do número. Ele falou: ‘Vocês vieram antes da hora’ e voltou a cantar. O pessoal continuou lá. Ele, então, pediu silêncio“, declarou.