Fechar
ACIDENTE

Equipe se manifesta após acidente com carreta de Maiara e Maraisa

De acordo com a assessoria de imprensa das cantoras, ninguém se feriu após o tombamento

Danilo ReenlsoberRepórter do EM OFF

A equipe da dupla sertaneja Maiara e Maraisa se pronunciou no início da tarde desta sexta-feira (17), após o acidente envolvendo uma carreta que transportava equipamentos de som das artistas. De acordo com a assessoria de imprensa das cantoras, ninguém se feriu após o tombamento e a agenda de shows da dupla será mantida normalmente.

De acordo com informações do G1, a carreta que transportava equipamentos da dupla sertaneja Maiara e Maraisa tombou no início da tarde desta sexta-feira (17), no interior de São Paulo. O acidente aconteceu na rodovia Leônidas Pacheco Ferreira (SP-304), que liga a cidade de Jaú a Bariri (SP), município onde as cantoras fazem show nesta noite.

“A assessoria de imprensa de Maiara & Maraisa informa que a carreta da dupla tombou nesta tarde, 17, de junho. O acidente ocorreu na rodovia Leônidas Pacheco Ferreira (SP-304), trecho Itaju. Felizmente, ninguém se feriu. Ainda não há informações precisas sobre os equipamentos ou motivação do acidente”, disse a equipe das famosas, em nota divulgada à imprensa.

“Por não haver nenhum dano físico a nenhum dos colaboradores da dupla e reposição dos equipamentos todas as apresentações serão mantidas”, encerrou a equipe da dupla. As cantoras não estavam no veículo, que transportava apenas equipamentos de som no momento do acidente. Segundo a Polícia Rodoviária, o acidente foi no trevo de Itaju (SP). Não há informações sobre a causa do acidente.

Continua após a publicidade

A dupla Maiara e Maraisa é a atração principal nesta sexta-feira em evento que faz parte das festividades de aniversário da cidade. Bariri completou 132 anos nesta quinta-feira (16). A Prefeitura de Bariri informou que o show está mantido, bem como toda programação do evento. A dupla sobe ao palco do Rodeio Show a partir das 20h, no estádio municipal Farid Jorge Resegue.

Proibição na Justiça

No início da semana, a Justiça proibiu as cantoras Maiara e Maraisa de usarem o nome “As Patroas” nos shows. O projeto tinha como parceira a cantora Marília Mendonça, que morreu em novembro do ano passado após um acidente aéreo em Minas Gerais. De acordo com a colunista Cíntia Lima, do EM OFF, a Justiça acatou a um pedido ajuizado pela cantora Daisy Soares, da banda A Patroa.

No texto da ação, a Justiça apontou que: “Defiro a tutela de urgência almejada razão pela qual determino que as rés se abstenham de utilizarem, a qualquer pretexto, a marca registrada de titularidade da autora ‘A Patroa’, seja na forma singular ou plural, em quaisquer serviços, produtos comercializados, publicidades, por meio físico ou virtual, sob pena de multa de R$ 100 mil por cada transgressão”

A cantora Daisy afirmou que no início de 2020 foi surpreendida com o registro da marca As Patroas, na mesma classe de serviço e com especificações similares a sua, numa clara colisão. Constam nos autos também, que o pedido foi feito por Wander Oliveira, empresário de Marília Mendonça e que este pedido de registro foi indeferido pelo órgão responsável.

Não há informações sobre a causa do acidente