Fechar
bastidores

Evandro Santo revela briga com Susana Vieira: ‘Escrota’

De acordo com humorista, atriz da Globo tentou tirar microfone da sua mão

Danilo ReenlsoberRepórter do EM OFF

O humorista Evandro Santo, intérprete do personagem Christian Pior no “Pânico”, concedeu uma entrevista ao canal Na Real, de Bruno Di Simone no YouTube, e lembrou dos percalços que viveu enquanto integrava o elenco do humorístico, que foi exibido primeiro pela RedeTV! e depois pela Band. Ele falou sobre a vida pessoal e também sobre o início da carreira.

Durante a conversa, o humorista natural de Minas Gerais, relembrou o passado antes de fazer sucesso no “Pânico”. Ele comentou que fez o primeiro show aos 17 anos, substituindo uma drag queen em um evento. O ator ressaltou também que sempre foi muito fã da cantora Madonna e chegou a fazer ballet clássico escondido da mãe. Evandro ainda comentou que já namorou um ator da TV Cultura, mas não revelou nomes.

Ao chegar em São Paulo, passou por diversas casas de show até ser convidado para dar uma entrevista na rádio Jovem Pan. “Fui fazer uma entrevista no Pânico, mas não sabia que ele [Emílio Surita] queria um gay no elenco. Ele queria um gay diferente, ele queria um gay ‘do fundão’. Ele pediu pra eu fazer [no programa da rádio] um personagem da minha peça, então eu fiz o Percival, que era um terapeuta sexual“, disse o humorista.

Duas semanas depois, o Emílio me liga do nada perguntando se eu entendia de moda“, disse. “‘Eu vi na gringa um cara que fala mal da roupa das pessoas no tapete vermelho, você teria coragem?’, ele me perguntou. ‘Claro que sim’, eu menti, porque eu não tinha [coragem] coisa nenhuma. ‘Se a Angélica aparecer na sua frente, você tem coragem de falar que ela é cafona?’, ele perguntou. ‘Claro que sim’, menti“.

Continua após a publicidade

Assim, o humorista foi chamado para participar do “Pânico na TV”. A primeira gravação de Evandro Santo foi ao lado de Sabrina Sato no casamento da cantora Wanessa Camargo. Foi então que ele deu vida ao estilista desbocado Christian Pior. A personagem analisava os looks dos famosos nos eventos e debochava de quem aparecia mal vestido. Na sua primeira gravação, ele ganhou um cachê de R$ 100.

Brigas

O personagem Christian Pior, interpretado por Evandro Santo por anos, era um dos maiores sucessos do “Pânico”. Apesar do jeito debochado, o humorista disse na entrevista a Bruno di Simone que não colecionou desafetos entre os famosos, nem entre os colegas de trabalho. Uma celebridade, no entanto, tirou a paciência do ator e humorista em uma gravação: a atriz Susana Vieira.

A única pessoa que eu briguei foi a Susana Vieira, porque eu acho ela escrota“, afirmou o humorista. Ele relembrou o caso. “Estava fazendo uma matéria sobre uma peça do [Miguel] Falabella, quando fui falar com a Susana, ela foi extremamente arrogante. ‘Como você tá perguntando do Miguel no dia da minha peça?’, ela perguntou. Mas a peça quem escreveu foi ele. Falei que o namorado dela tinha me dado um selinho, ela tentou tirar meu microfone da minha mão e eu tirei dela“.

Durante a entrevista, Evandro Santo não fugiu dos assuntos espinhosos e falou abertamente sobre seu vício em drogas. Hoje, ele está numa clínica e passa por reabilitação. “Tive uma adolescência careta“, disse o ator e humorista, referindo-se ao fato de não usar nenhum entorpecente na juventude. “Eu entrei [no mundo das drogas] por ambição, eu já tinha uma vida descolada, mas eu queria mais“, argumentou.

A primeira droga, segundo ele, foi o ecstasy, mas depois, um amigo apresentou a ketamina, que também é uma droga sintética. “Comecei usando pouco, mas logo estava usando toda semana. De 2013 pra 2014 entrei firme na droga sintética, primeiro ketamina, depois cocaína. Fui internado porque comecei a ter surtos psicóticos“, disse. Na primeira internação, foram quatro meses longe da TV.

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff