Rasgou o verbo!

Ex-empresária de Anitta, Kamilla Fialho, desmente boatos de que teria drogado a cantora

A empresária comentou sobre o livro biográfico não autorizado sobre Anitta, escrito pelo jornalista Léo Dias

Lucas Cardoso
Repórter do EM OFF

A empresária Kamilla Fialho, responsável por gerenciar a carreira de diversos artistas famosos como Vitão, Pocah e Kevin O Chris, concedeu uma entrevista ao podcast Bulldog Show recentemente. Abordando assuntos sobre sua carreira profissional e vida pessoal, Kamilla, que também já foi empresária de Anitta no começo da carreira, comentou sobre o livro que o jornalista Léo Dias publicou sobre a carreira da intérprete de “Envolver”.

“Sempre tive muito trauma dele [Léo Dias]. É uma pessoa que me remete a um pânico que eu nunca tive na minha vida. No decorrer do tempo eu fui esbarrando com eles nos lugares e eu fui afrouxando. As pessoas me diziam que ele tinha mudado, que ele tinha se tornado outra pessoa, e eu [quase] acreditei”.

“E aí veio esses dias, vi o Leão Lobo falando que ele disse aquelas coisas dentro do camarim do Troféu Imprensa [espalhando o segredo da atriz Klara Castanho], eu lembrei na hora do Léo fazendo essas coisas, gente. Eu lembro, porque eu vi. Ninguém me contou, eu vi várias vezes ele jogar as coisas na roda, contou a empresária.

Kamilla também comentou como Léo influenciou negativamente na carreira de Anitta e desmentiu os boatos de que teria colocado droga na bebida da popstar. “Ele fazia as pessoas acreditarem nisso [que eu não prestava]. Era ele que dava a notícia, era ele que aumentava a notícia, ele que tendenciava a notícia. Exatamente como ele fez com ela [Anitta] quatro anos depois, sem tirar, nem pôr.

Ela na minha opinião [naquela época], assinou contrato com o diabo. Porque ela deu informações pra ele durante quatro anos, e depois ele usou tudo contra ela no livro dele. […] A relação dela com a Ivete Sangalo [hoje em dia] está maneira? E a relação com a Preta Gil está legal?”, declarou Kamilla, dando a entender que a amizade de Anitta com as artistas ficou abalada após o livro do jornalista.

“No livro dele está dizendo que eu colocava droga dentro da bebida dela para ela fazer show. E sabe ao que eles estavam se referindo? Ao nutrólogo que provavelmente receitou um suplemento [para reforçar a imunidade] dela. Mas no livro do Léo Dias, está que eu dei drogas pra ela”, contou Kamilla indigna com a falsa afirmação.

Kamilla Fialho faz revelações sobre Leo Dias: "Sempre tive muito trauma dele"