Fechar
Treta

Ex-esposa de jogador revela quanto ele gasta com prostituição

Patty Pontes contou detalhes sobre as traições e que o ex-marido não paga o devido valor de pensão aos filhos com paralisia cerebral

Augusto ViannaRepórter do EM OFF

O portal EM OFF já havia noticiado sobre toda a polêmica que envolve o jogador de basquete Murilo Becker e a ex-esposa Patrícia Pontes. Ela o acusa de agressão doméstica e traição com a promoter Carol Sampaio e travestis. A jornalista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, revelou mais detalhes sobre a confusão envolvendo o ex-casal, incluindo valores de pensão. 

Patty Pontes revelou quanto o Murilo pagava para ter relações sexuais com travestis: “Quando eu descobri que ele me traía, eu não chorei. Mas, quando eu soube dos detalhes, que foi agora, recentemente, eu confesso que eu desabei. Desabei e entendi porque me consultava tanto com a ginecologista. Enquanto eu ficava em casa segurando os nossos filhos, segurando a gestação, ele estava saindo com travesti e pagando R$ 300 por programa“. 

O casal tem quatro filhos que nasceram com paralisia cerebral. Patrícia ainda contou que o jogador não paga o valor de pensão necessário para eles. “Ele disse que paga quase R$ 3 mil. Mentira. Ele paga R$ 1.900 pelas quatro crianças. Só isso. O resto, tudo eu corro atrás”, disse ela.   

Polêmica

Em entrevista ao “4talk Cast”, apresentado por Victor Sarro, Leo Dias e Marina Mantega. Patty Pontes, ex-esposa do jogador de basquete Murilo Becker, contou vários detalhes das agressões que sofreu do ex-companheiro enquanto tinha um relacionamento com ele. Revelou como conheceu o atleta e ainda disse que a promoter mais badalada entre os famosos, Carol Sampaio, foi uma das amantes do rapaz.

Continua após a publicidade

Patty começou com as revelações ao podcast. “Ele me traiu com Carol Sampaio e quem descobriu foi minha filha que viu foto da promoter e escrito ‘estou te esperando no Rio’. Quando descobri ele admitiu a traição e pediu para ficar comigo, disse que se fosse necessário ele trocava de telefone e até de time. Na época ele jogava no Vasco, no Rio e eu morava com as crianças em São José dos Campos”.

A influencer digital contou como foi a primeira agressão sofrida. “O primeiro tapa eu tomei com meu filho doente no colo eu caí, bati com a cabeça na parede. A segunda vez que fui agredida eu saí da casa, desci a escada. Pedi para babá cuidar dos meus filhos. Fui até a porta da delegacia chorando muito. Liguei para minha mãe que é advogada e ela disse que atleta não tem seguro desemprego e que meus filhos ficariam sem pensão, pois ele seria preso”.

Patty também contou passo a passo como foi a última vez em que sofreu agressão de Murilo. Até sapatos foram arremessados contra ela, além de ter tido parte do rosto fraturada. “Jogou tênis na cara, me deu murro, quebrou meu maxilar, desmaiei e ele ainda me chutou no chão. Minha filha de 14 anos se meteu no meio implorando para ele parar de me agredir”, conta ela.

Na entrevista, ela revelou também que Murilo Becker a traiu com travestis. Isso não seria um problema, mas  ela quis mostrar tudo o que passou com Murilo. “Ele me traiu com travesti. Ele dormiu, olhei o celular dele. E vi a pesquisa travesti em Mogi das Cruzes e hotel barato em Mogi das Cruzes. Tinha muito problema ginecológico e não entendia por quê. Ele colocava a vida da mãe dos filhos dele em risco”.

Em entrevista à revista Quem, ela já havia revelado sobre as puladas de cerca do marido com outros travestis. Ela disse que ele saía às ruas, diversas vezes,  para traí-la. “Ele estava me traindo e procurando travestis pela rua. Ele achou ruim de eu ir tirar satisfações. Printei tudo isso no celular, e esse foi o primeiro celular a ir embora. Ele quebrou três”, disse a influenciadora Patty Pontes.

Ainda de acordo com ela a revista, o jogador tinha medo de ter a reputação manchada na carreira por sair com travestis. “Toda vez que eu printava algo, ele jogava meu celular no chão e quebrava tudo, então comecei a mandar para a minha irmã antes de confrontar ele. Ela chegou a localizar um dos arquivos em que ele me ameaçou de morte caso eu divulgasse alguma coisa que acabasse com a carreira dele”, disse ela.

Patty Pontes ainda contou que sofreu a primeira agressão, quando o filho do casal tinha apenas dez meses e acabado de sair da UTI, onde estava internado com meningite. “Por algum motivo ele chegou bravo do treino e eu estava em pé com o Gabriel no colo, assistindo a um desenho. Ele chegou, eu falei que meu filho era prioridade e tomei um tapa no rosto. Essa foi a primeira vez”.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo

Tags Relacionadas: