Fechar
Y soy Rebelde

Ex-RBD causa revolta nos fãs após seguir Jair Bolsonaro

Negacionista, Christopher von Uckermann começou a seguir o Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, no Instagram

Augusto ViannaRepórter do EM OFF

Sucesso nos anos 2000, o integrante da banda RBD, Christopher Uckerman, nunca demonstrou satisfação sobre a vacina contra a Covid-19. O cantor e ator chegou a declarar que por trás da vacinação havia uma máfia. Desta vez, o eterno Diego da versão mexicana de Rebelde, sucesso no mundo inteiro, teve o nome entre os assuntos mais comentados no Twitter. O motivo? O rapaz começou a seguir o atual presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, e causou revolta nos fãs brasileiros. 

Os internautas não pouparam críticas ao artista. “E precisava o Christopher von Uckermann seguir o Bolsonaro pra vocês se decepcionarem com ele? As atitudes dele já não falavam o bastante o quanto ele é escrot**”, escreveu um. Até mesmo o par romântico do galã na novela, Dulce Maria foi citada. “Desculpa, Dulce, se um dia eu já te shippei com esse lixo negacionista do Christopher”, disse outro. A ex-BBB Ariadna Arantes também se pronunciou e disse: “Não quero nem ir no velório desse…”.

Na trama a personagem Roberta Pardo o chamava de bonequinho de plástico por não pensar. Logo, os seguidores fizeram referência. “E acabei de parar de seguir o bonequinho de plástico”. Outro seguidor leu o comentário e respondeu: ”Li essa frase na voz da Roberta”, ironizou. No entanto, algumas pessoas saíram em defesa de Christopher alegando que a opção de escolha é dele. “Mesmo gostando ou não, ninguém manda nele. Não gostou? É só deixar de ser fã. Todo mundo tem a sua opinião política. Seja direita, esquerda, inclinada, centro e etc. Não sou apoiador do Presidente, mas é assim mesmo. Deixem ele seguir e acabou”, comentou outro. 

Christopher x Coronavírus

Christopher Uckermann usou as redes sociais para dizer que a pandemia do novo coronavírus é uma verdadeira farsa. Segundo ele, existe uma máfia que está por trás do vírus, que envolve o setor da saúde e mídia para desvios de dinheiro. “Há gente relacionada ao tema tanto no México, quanto em outros países do mundo. É importante que se questione o que está ocorrendo”, soltou ele. O ator também disse acreditar que pessoas estavam sendo diagnosticadas sem estar com a doença: “Há hospitais que estão recebendo grande quantidade de dinheiro por decidir que a gente tem COVID. Se questionem, peçam uma prova, veja todas as possibilidades antes de tomar uma decisão. Porque há uma máfia por trás disso”.

Continua após a publicidade

Ele foi até o perfil da Prefeitura de Sobral, cidade do interior do Ceará, e deixou um comentário pedindo para que não usassem a imagem do RBD para a campanha de imunização para jovens de 22 e 23 anos de idade. “Deixem de usar o tema Rebelde para promover a vacina. Nós não temos nada a ver com isso”, escreveu o mexicano. Os fãs repudiaram o comentário. “Não liga não, Prefeitura. A campanha de vocês está maravilhosa e o que importa é que os fãs do RBD são conscientes”, apontou um.

“Pode usar o RBD nas campanhas de vacinação porque quem carrega o RBD nas costas há anos somos nós [fãs]”, afirmou outro. “Ele é irrelevante na banda. Tanto que quase não cantava porque quando abre a boca, só sai b*sta”, criticou um seguidor. O ator disse que só tomaria a vacina caso fosse obrigatória para viagens. Ele alegou que estava comprometido com medicamentos de origem natural, que não apresentassem reações adversas ao organismo. ”Não acredito na vacina, sou sincero com vocês. Acho que pode ser pior que a Covid. Sou uma pessoa que não acredita em vacinas ”, ponderou ele.

O ator causou revolta, especialmente entre fãs brasileiros, ao apoiar as declarações de Jair Bolsonaro sobre o uso da cloroquina. “Compartilho não por uma perspectiva política, mas porque a hidroxicloroquina é usada há mais de 65 anos”, justificou, ao postar uma notícia sobre o presidente brasileiro autorizar o uso do remédio, mesmo sem a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Christopher Von Uckermann disse que desde criança lhe deram vacinas, mas que hoje em dia ele não quer mais saber de tomá-las. Nem ele e nem ninguém de sua família. Ele explicou que prefere buscar alternativas naturais para a cura de problemas de saúde. “Na verdade eu apoio a alimentação natural, e eu definitivamente não serei vacinado. Ninguém da minha família vai ser vacinado”, garantiu. Até mesmo os colegas de grupo, Dulce Maria, Anahí, Alfonso Herrera, Maite Perroni e Christian Chávez postaram uma suposta indireta à ele, e compartilharam fotos usando máscaras contra o vírus, após as declarações dele.

O grupo apresentou uma live em dezembro do ano passado, e  Christopher foi o único que se recusou a usar a máscara. Anahí, que chegou a ser contaminada após a live do RBD em dezembro, também incentiva o uso de máscaras e comemorou quando viu o vídeo de um fã de Sobral indo se vacinar fantasiado de Mía, sua personagem na novela. Após as declarações de Uckermann, Poncho e Maite reforçaram a importância da vacinação do novo coronavírus. Vale lembrar que o produtor e empresário, Willian Crunfli, confirmou que a banda vem ao Brasil em 2022.

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff