Fechar
NO INSTAGRAM

Ex-Rouge briga com fãs em defesa de Maurício Souza

Luciana Andrade, ex-integrante do Rouge, saiu em defesa do jogador de vôlei que fez comentários homofóbicos

Danilo ReenlsoberRepórter do EM OFF

A cantora Luciana Andrade, que integrava o grupo Rouge, discutiu com seguidores em seu perfil do Instagram após começar a seguir o jogador de vôlei Maurício Souza, demitido do Minas Tênis Clube após fazer comentários homofóbicos nas redes sociais. A ex-Rouge disse que não deve nada a ninguém e criticou os fãs que estão, segundo ela, fiscalizando a vida alheia.

Lu, porque você começou a seguir o Maurício Souza depois de tudo o que aconteceu?”, questionou um fã. “Misericórdia, que decepção“, comentou outro. A cantora, então, resolveu se pronunciar em resposta. “Queridos, não sou enrustida em absolutamente nada na minha vida, sou feliz, bem resolvida e totalmente responsável e dona dos meus atos“, começou a famosa.

Ela seguiu com o seu argumento. “Não devo nada a ninguém e não estou atrás de aprovação ou admiração. Seus comentários de ódio, fiscalização da vida alheia e julgamentos não são bem-vindos por aqui. Cuidem de suas próprias vidas“, completou. Ela ainda criticou os seguidores que, segundo era, queriam apenas “lacrar” na publicação. “Favor militar e tentar lacrar em outro perfil“, escreveu.

Ainda nos comentários, fãs LGBTQIA+, que são maioria entre o público do Rouge, lamentaram a situação. “Boa sorte com o público hétero e conservador. Espero que os LGBTs não se deixem continuar enganados“, disse um deles. “Você é uma dos poucos artistas que eu sou realmente fã. Lamento profundamente você apoiar esse tipo de gente que usa o ódio para segregar as pessoas. Decepção e tristeza porque gosto muito de você“, disse outro.

Continua após a publicidade

Luciana Andrade não se sensibilizou e respondeu. “Querido, é o contrário, você precisa se informar. Não existe discurso de ódio nem da minha parte, nunca existiu mesmo quando eu tive todos os motivos para, nem das pessoas que você julga. O que existe é um apoio ao nosso direito de expressão. As pessoas precisam ir mais a fundo nas questões antes de julgarem as outras“, escreveu.

Homofobia

A polêmica envolvendo o atleta Maurício Souza começou há cerca de duas semanas, quando a DC Comics anunciou que o novo Superman, Jon Kent, filho de Clark Klent, se descobrirá bissexual nas histórias em quadrinhos. O jogador de vôlei não gostou e fez críticas no seu perfil no Instagram. “A é só um desenho, não é nada demais… Vai nessa que vai ver onde vamos parar“, escreveu.

A fala homofóbica do jogador repercutiu negativamente. Patrocinadores pediram que o atleta apagasse a publicação e fizesse um pedido de desculpas. Maurício voltou ao Instagram e publicou um vídeo no qual não reconhece o erro e diz que em o direito de ter sua opinião sobre o assunto. A postura do jogador irritou o Minas Tênis Club, que optou pelo fim do contrato.

Na semana passada, Maurício Souza voltou as redes sociais e compartilhou uma nova provocação nas redes sociais. Ele publicou uma foto do Super-Homem beijando a Mulher Maravilha. Em uma outra publicação, o atleta do Minas Tênis Club isentou o clube de culpa e disse que os dirigentes tentaram segurá-lo na equipe, mas que precisaram ceder à pressão.

A culpa de tudo não é do minas! A culpa é da galera que não aceita mais opinião contrária a deles, qualquer coisa falada que não seja o que eles aprovam você é homofóbico e preconceituoso fato. A tolerância do outro lado é zero!”, escreveu o atleta na postagem. “Infelizmente, o time não aguentaria perder tantos patrocínios assim. E aí aconteceu o que aconteceu. Mas eles foram homens. São homens de verdade, que eu admiro“, disse no vídeo.

Luciana Andrade saiu em defesa de Maurício Souza nas redes sociais (Reprodução)

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff