Fechar

EXCLUSIVO Funkeiro é acusado de aplicar golpe financeiro nas redes sociais

De acordo com denúncia feita ao EM OFF, MC Ryan oferecia serviço de venda de seguidores, mas não entregava o prometido

Danilo ReenlsoberRepórter do EM OFF

O funkeiro paulista MC Ryan está sendo acusado de dar um golpe financeiro nas redes sociais. De acordo com a denúncia feita por diversos internautas ao EM OFF, o famoso teria prometido entregar milhares de seguidores no Instagram a quem pagasse um determinado valor. Ele também iria sortear diversos itens, como celulares e motos, mas nada do prometido foi entregue. Agora, dezenas de seguidores apontam que foram lesados pelo funkeiro.

Conhecido pelo hit “Tubarão Gigante”, MC Ryan teria divulgado em sua conta no Instagram que estava em busca de “patrocinadores”. Ele teria cobrado entre R$ 1 mil e R$ 2 mil de internautas interessados em aumentar o número de seguidores na rede social.

Segundo o anúncio, quem pagasse o valor estabelecido ganharia de 50 a 100 mil seguidores na rede social e participaria do sorteio dos prêmios divulgados. De acordo com a denúncia dos usuários, ele teria faturado mais de R$ 130 mil em patrocínio.

No entanto, internautas que fizeram o pagamento do valor combinado não tiveram o retorno esperado. “Paguei R$ 2 mil para entrar como patrocinador e ganhar os seguidores. Garantiram pra gente 50 mil seguidores, mas só ganhei 17 mil“, disse o influenciador Augusto Aley. “Depois disseram que iriam sortear uma moto, R$ 10 mil reais, lente de contato [de dentes], mas no final tiraram os prêmios, enganaram a gente“, ressaltou.

De acordo com o internauta, as pessoas lesadas pelo suposto golpe procuraram por produtores e assessores do funkeiro, mas eles não ajudaram a solucionar o problema. “O produtor bloqueou todos nós“, explicou. Um grupo no Whatsapp foi criado para reunir as pessoas enganadas pelo artista. Até a manhã desta quarta-feira (7), o grupo contava com quase 40 pessoas.

Nas redes sociais, MC Ryan também compartilha maneiras “milagrosas” de se ganhar dinheiro na internet usando apenas o celular. “Vim falar pra vocês, quem trampa (sic) com internet, você que tá em casa, sem trampo, precisando trampá, a minha amiga Vitória já faturou uma grana muito alta trampando com o celular“, diz ele em um stories. No seu perfil, o funkeiro gosta de aparecer ostentando carros, joias e mulheres.

Ninguém responde

Participei do sorteio do MC Ryan, fiz um Pix de R$ 1 mil, ele prometeu dar 50 mil seguidores e não aconteceu. Entregou só 18 mil. Estamos tentando contato de todas as formas, e ele não dá retorno, ninguém tá nem aí. Acredito que não querem resolver. Mandei mensagem pedindo metade do valor pago, mas eles não dão a mínima, não respondem ninguém mais“, lamentou a influencer Maiara Camila Gonçalves Dias, outra internauta lesada.

Nos foi prometido 50 a 100 mil seguidores no Instagram. Paguei sem questionar. Depois do pagamento de todos os patrocinadores, o MC Ryan sumiu. Eles [produtores e assessores] não nos respondem, nos tratam como lixo“, revoltou-se Everton Thiego, que também pagou R$ 2 mil e foi enganado pelo funkeiro.

A compra e venda de seguidores no Instagram é uma prática relativamente comum e, apesar de não ser ilegal, não é recomendada pela plataforma. Quem compra seguidores na rede social assume o risco ao infringir os Termos de Uso, que proíbe práticas que prejudiquem o uso ou que tragam risco a outros usuários, como por exemplo, aumentar o alcance de bots potencialmente prejudiciais.

O EM OFF procurou a assessoria do funkeiro MC Ryan durante toda a manhã desta quarta-feira, por meio de telefonemas e mensagens no Whatsapp, mas ninguém foi encontrado para comentar a denúncia de golpe por parte do artista. A redação também enviu uma mensagem ao famoso por meio de mensagem direta no Instagram, mas até a publicação dessa matéria, ele não respondeu. O espaço segue aberto para esclarecimentos.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo