Fechar
Trauma

Fabiula Nascimento revela caso de violência doméstica

Ela relembrou a violência doméstica que vivenciou em sua infância

Nayara VieiraRepórter do EM OFF

A atriz Fabiula Nascimento abriu o coração e fez uma revelação inédita ao participar do podcast Calcinha Larga. No programa com o comando de Tati Bernardi, Camila Fremder e Helen Ramos, a artista relembrou a violência doméstica que vivenciou em sua infância.

Quando o assunto entrou na temática de violência, a famosa iniciou falando sobre a agressividade que acontece na internet e ataques virtuais que são recorrentes. “Eu não desejo nunca que ele sofra nenhum tipo de violência escrita ou que alguém olhe e fale: ‘Ai, sabe esse cara’. Isso não interessa mais”, disse.

“Eu nunca falei sobre isso. Mas é uma coisa que eu sempre tive vontade de falar. Eu acho, hoje em dia, por ele estar vivo e pela violência já ter prescrevido, com o mundo de internet que a gente vive e essa coisa ruim que ela também traz do ódio gratuito”, avaliou.

Quando criança, Fabiula passou por momentos difíceis. Ela revelou que o pai era extremamente agressivo e batia em sua mãe. “Ela sofreu muito, no relacionamento, na vida e em casa. Não foi uma vida fácil. Mas é uma mulher que mantém uma alegria assim tão potente. O melhor ensinamento que ela me deu foi ter felicidade por estar viva e não ser a mulher que ela foi. Submissa, engolia a violência”, revelou.

Continua após a publicidade

Fabiula destacou que aprendeu a ser forte com a mãe. “Eu olhava aquilo e pensava que não queria ser aquela mulher. Isso foi o maior ensinamento que a minha mãe me deu. Ela me preparou para uma vida em que eu nunca passasse por isso. Para que eu imediatamente identificar pessoas violentas e não deixar que elas cruzassem o meu caminho. Então ela me deu a vida. É o meu amor. Ela é uma pessoa extremamente amorosa e isso não endureceu, sabe?”

Apesar de tudo o que passou, ela diz não guardar mágoa por sua própria saúde mental. “São anos trabalhando o perdão e desejando as melhores coisas para esse homem, para que ele siga e esteja bem. Sempre foi o meu trabalho espiritual na vida. Não faço uma terapia convencional, sou da terapia holística, há pelo menos uns 8 anos. Venho trabalhando isso”, contou.

Embora não tenha sido fácil, a atriz disse que conseguiu superar. “Hoje, tenho ele num lugar do meu coração super cuidadinho, sabe? Abracei aquela criança, porque ele também já foi criança, né? Ele também passou dificuldades. E a gente segue. Mas eu não convivo e não tenho nenhuma intenção em conviver”, explicou.

A artista da Globo é casada com o ator Emílio Dantas. O casal está junto desde 2015 e em agosto, anunciaram a gravidez dos filhos gêmeos. Os bebês já tem nome, vão se chamar Roque e Raul. Em suas redes sociais, Fabiula compartilha cliques frequentemente com os seguidores da nova fase de sua vida.

Tags Relacionadas: