Fechar
POPSTAR DO CRIME

Fazendo faculdade, Suzane Von Richthofen recebe mimos e distribui autógrafos

Suzane Von Richthofen foi exposta por alunos da sua nova faculdade. Os estudantes revelaram como foi o primeiro dia de aula da criminosa

Adriel MarquesRepórter do EM OFF

Suzane Von Richthofen está sendo interpretada pela atriz e ex-sister, Carla Diaz, na telona dos cinemas. Os assinantes da Amazon Prime Vídeo, plataforma de streaming da Amazon, também podem acompanhar os dois filmes disponíveis que falam sobre o crime que chocou o Brasil: “A Menina que Matou os Pais e “O Menino que Matou os Pais”. Alguns estudantes resolveram colocar a boca no trombone e dar maiores detalhes sobre o dia a dia da mulher como universitária.

Para a surpresa de muitos, Suzane Von Richthofen agora cursa biomedicina no interior de São Paulo, especificamente em Taubaté. Na faculdade, a criminosa se tornou popular e é tratada como estrela. “Ela chegou falando com todo mundo, toda cínica, muito simpática. E o pessoal babando o ovo dela, pedindo autógrafo no caderno com autógrafo no caderno como se fosse uma celebridade”, escreveu um aluno da universidade nas redes sociais.

Outros estudantes da faculdade em Taubaté começaram a se pronunciar, revelando os bastidores da vida estudantil de Suzane Von Richthofen, sem filtro: “A menina está presa e tem um iPhone 11, melhor que nós”, disparou um internauta. Outro usuário do Twitter escreveu: “Ela pediu até McDonald’s e ele chegou rapidinho“. A fama da moça desperta a curiosidade da população, que mesmo cometendo um crime, passou a ser vista de forma querida por algumas pessoas.

De acordo com o G1, em seu primeiro dia de aula, Suzane Von Richthofen chegou de Uber e acompanhada de dois advogados. Deixou a Anhanguera, faculdade que cursa biomedicina, por volta de 21h50 também de carro. O cabelo da mulher que ganhou sua história em formato de filme, está mais curto e a tornozeleira eletrônica ficou escondida, sendo tampada pela calça jeans. A liberação polêmica para estudar continua rendendo burburinho na internet e ganhando a reprovação de muitos.

Continua após a publicidade

O figurino era uma camisa estampada, bastante florida. Uma aluna da faculdade resolveu contar tudo sobre o primeiro dia de aula de Suzane Von Richthofen: “Ela está fazendo faculdade comigo. Começou ontem. O curso dela é de Biomedicina. Me contaram que ela chegou na sala e a professora disse: ‘Olha quem tá aqui’”. Mesmo com muitas críticas e julgamentos, na internet a inspiração dos filmes com o protagonismo de Carla Diaz, já possui fãs e diversos perfis que a defendem.

“Você esperava o que? Que ela chegasse atirando em todo mundo? E te incomoda ela pedir um McDonald’s e ter um iPhone 11?”, escreveu um perfil na web. Outra internauta disparou: “Ela já foi julgada e tá cumprindo a pena, o que vocês querem que ela faça?”. Um dos alunos não julgou as atitudes de Von Richthofen e foi bem direto na defesa: “Essa menina queria que a Suzane entrasse com uma faca fazendo o professor de refém?”.

Em entrevista para a QUEM, a ex-participante do Big Brother Brasil 21 (Globo), deu detalhes sobre as cenas em que aparece fumando. Carla Diaz deixou claro que não fuma na vida real: “Eu não fumo, mas já convivi com pessoas que fumam. Em cena, usamos um cigarro cenográfico, de mentira, o que facilita”. Sobre o julgamento que enfrentou, após aceitar ser protagonista do longa, revelou que sempre deixou claro que os criminosos não receberam nenhuma verba.

“Acredito que muitas pessoas, lá no início, não entenderam alguns pontos das nossas produções. Existiram algumas dúvidas. E eu sempre friso e faço questão de explicar. Os envolvidos nos crimes não ganham nada com os filmes. Nenhuma compensação financeira. Eles não têm nada a ver com as nossas produções. Os filmes também têm financiamento todo privado. Acho que boa parte do público já entendeu esses pontos”, finalizou Carla Diaz sobre o filme de Suzane Von Richthofen.

Resposta

Em nota enviada ao EM OFF, a Faculdade Anhanguera disse que as informações a respeito da rotina de estudos de Suzane na unidade de Taubaté não procedem. “A Faculdade Anhanguera informa que não procedem as informações que têm sido divulgadas em redes sociais e na imprensa a respeito da rotina da unidade de Taubaté. Na última semana de setembro, período de avaliação, as provas foram aplicadas remotamente, conforme autorizado pelas portarias 343 e 395 de 2020 do Ministério da Educação/MEC. Na semana passada, não houve aulas em razão de um ciclo de palestras, também todas realizadas de forma online. A Faculdade Anhanguera ressalta que todos os alunos são tratados de forma igual e que as atividades desenvolvidas em classe são estritamente acadêmicas“.