Fechar
FORÇA!

Gabriel Medina declara que sem Yasmin Brunet não estará 100% nas Olimpíadas

O atleta viajou para Tóquio durante a madrugada e desabafou dizendo que sem a esposa não estará 100% nos Jogos Olímpicos

Jean TellesRepórter do EM OFF

O surfista Gabriel Medina voltou a falar sobre a polêmica envolvendo sua esposa Yasmin Brunet e o Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Durante o seu embarque para Tóquio na madrugada desse domingo (18), o atleta disse que sem sua esposa Yasmin Brunet não estará 100% nas Olímpiadas:

“É chato, não estou indo 100%. É ela quem me dá força e eu gosto de estar junto dela”, disse o surfista em entrevista ao UOL Esporte. Medina, foi logo repreendido pela esposa Yasmin Brunet que declarou que sim, o atleta estará com 100% do seu desempenho em Tóquio:

“Ele vai estar 100%, com certeza absoluta. É o melhor ano dele, ele nunca teve um início de ano tão bom. Tudo está dando certo para ele conseguir esse ouro e para ele ser tricampeão (mundial de surfe) esse ano”, revelou Brunet ao UOL.

A polêmica envolvendo Gabriel Medina, Yasmin Brunet e o Comitê Olímpico Brasileiro começou no início de julho, quando após reunião, ficou decidido que o atleta não poderia levar sua esposa para o acompanhar nos Jogos Olímpicos mesmo depois de muita insistência do surfista.

Mesmo alegando que Yasmin fazia parte da sua equipe de staff, o comitê resolveu negar as negociações que estavam sendo feitas com o surfista e a companhia do atleta na competição será a do treinador Andy King.

Gabriel Medina usou suas redes sociais para comentar a decisão na época. Por meio de seu perfil no Instagram Medina declarou: “Assim como os outros atletas de surfe também estão levando uma pessoa com eles. Todos estão levando pessoas que não são treinadores, assim como a Yasmin não é. Eu comecei o ano viajando com ela”.

“Ela faz parte do meu estafe, que me ajuda e tem me acompanhado. Tem sido assim. E a única coisa que eu quero continuar é fazendo o que estou fazendo, viajando com meu time, que é quem tá me ajudando de verdade. E o COB não deixou”, desabafou.

E continuou: “Tentei várias vezes entrar em contato, eu e meus representantes conversando, tentando entender a situação de o porquê pra mim colocaram essa regra”. Medina fez questão de esclarecer que não gostaria de nenhum tratamento especial, só queria levar a sua esposa que trabalha junto com ele para a competição.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo