Fechar
FALOU

Gabriel Medina se pronuncia sobre polêmica envolvendo vacina

Surfista afirmou que não se vacinar foi um erro e que está "seguindo os protocolos de segurança"

Danilo ReenlsoberRepórter do EM OFF

O surfista Gabriel Medina usou suas redes sociais nesta sexta-feira (06) para se pronunciar sobre a polêmica envolvendo a vacinação contra a Covid-19. De acordo com o UOL, o atleta brasileiro deixou de se imunizar contra a doença por, pelo menos, quatro vezes antes de viajar para o Japão, onde competiu na Olimpíada de Tóquio.

O caso veio à tona nesta quinta-feira (05), quando o surfista brasileiro afirmou durante uma live que vai perder a etapa do Mundial de Surfe, em Teahupoo, no Taiti, por não estar imunizado contra o novo coronavírus. Na publicação feita no seu perfil no Instagram, Medina afirmou que não se vacinar foi um erro e que está “seguindo os protocolos de segurança”.

Vacina salva vidas, galera! Foi um erro meu eu não ter conseguido encaixar a imunização na minha agenda de treinos pros desafios desse ano, focado no Campeonato Mundial. Mas em breve tomarei a minha“, escreveu ele. “Enquanto isso, sigo tomando todos os cuidados e seguindo os protocolos de segurança“, completou.

Das quatro oportunidades de se vacinar, três foram antes do atleta viajar ao Japão. Contrariando os insistentes pedidos do Comitê Olímpico Internacional (COI), o surfista foi às Olimpíadas de Tóquio sem se vacinar. Ao voltar ao Brasil, ele poderia ter se vacinado em São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, onde mora, e que está vacinando pessoas de mais de 18 anos.

Continua após a publicidade

De acordo com o UOL, Gabriel Medina alegou ao Comitê Olímpico do Brasil (COB), que ofereceu aos atletas a oportunidade de imunização pensando na Olimpíada, uma desconformidade entre seu calendário de competições e o da vacinação de atletas. O atleta também teve a oportunidade de se vacinar nos EUA, mas também optou por não se imunizar naquele país.

Essa não é a única polêmica recente envolvendo o surfista Gabriel Medina. Antes da Olimpíada de Tóquio, ele e a esposa, a modelo e influenciadora Yasmin Brunet, tiveram um desentendimento público com o COB. A briga começou após uma reunião, na qual ficou decidido que o atleta não poderia levar sua esposa para o acompanhar nos Jogos Olímpicos, mesmo depois de muita insistência do surfista.

Mesmo alegando que Yasmin fazia parte da sua equipe de staff, o comitê resolveu negar as negociações que estavam sendo feitas com o surfista e a companhia do atleta na competição foi a do treinador Andy King. “Todos estão levando pessoas que não são treinadores, assim como a Yasmin não é“, criticou o surfista em suas redes sociais.

A polêmica perdurou até a viagem de Medina ao Japão. Durante o seu embarque para Tóquio na madrugada do dia 18 de julho, o atleta disse que sem sua esposa Yasmin Brunet não estaria 100% nas Olímpiadas. “É chato, não estou indo 100%. É ela quem me dá força e eu gosto de estar junto dela“, disse o surfista em entrevista ao UOL Esporte. Gabriel Medina voltou de Tóquio sem nenhuma medalha.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo